Por Redação

O mercado brasileiro de ônibus andou  de lado no ano passado.  Os emplamentos  somaram 11,7 mil — apenas seiscentos a mais do que em 2016 —, o segundo pior resultado desde 1999.

Janeiro, contudo, trouxe algum alívio aos fabricantes. Foram emplacados no primeiro mês de 2018 exatos 848  ônibus, 68,3% a mais do que em janeiro do ano passado.

Eterna líder do mercado brasileiro, a Mercedes-Benz  saiu novamente na frente dos concorrentes. E, como de costume, de forma acachapante:  a marca alemã emplacou 500 unidades, equivalentes a participação de 61%. Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing, enfatiza que  a montadora vendeu em janeiro 200% a mais  do que no mesmo mês de 2017

“Nos segmentos urbano e rodoviário, as vendas foram estimuladas pela renovação e ampliação de frota das empresas de ônibus ”, destaca o executivo, que aponta os  estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais como os maiores mercados em janeiro.

Com 304 emplacamentos, a Mercedes-Benz deteve 81% de participação no segmento de urbanos no mês.  A fatia nos rodoviários chegou a 70%, com 139 unidades negociadas.


Foto: Divulgação/Mercedes-Benz