Por Alzira Rodrigues alzira@autoindustria.com.br

Enquanto as vendas de automóveis tiveram alta de 19,6% no primeiro bimestre, o segmento de SUVs mais uma vez surpreendeu e cresceu mais do que o dobro do mercado. Foram emplacados 66,2 mil SUVs, 39% a mais do que os 47,6 mil comercializados nos primeiros dois meses de 2017.

Em um ano, a participação do segmento subiu 3,5 pontos porcentuais, atingindo 23,8% das vendas totais de automóveis, conforme dados divulgados este mês pela Fenabrave. Os SUVs só perdem para os hatchs pequenos, que têm fatia de 29,6%, e ocupam agora a segunda colocação no ranking por segmento, posição que há um ano pertencia aos veículos de entrada.

Com pouca representatividade no mercado há cinco anos, quando detinha menos de 9% das vendas, o segmento de SUVs ganhou importantes concorrentes no período e mais novidades virão por aí, o que tende a acelerar ainda sua expansão no País.

Leia mais

→ Só deu SUV entre os importados: Kia Sportage é o líder.

Ainda este mês a Peugeot lança o novo 5008, prometendo uma lista imbatível de itens tecnológicos e de segurança para completar a bem-sucedida gama de SUVs da marca, e a Chery lança o Tiggo 2. No mês que vem a Volvo Cars apresenta o XC40, que também chega para concorrer entre os veículos premium do segmento.

 

A Volkswagen, por sua vez, promete recuperar o tempo perdido com o lançamento de dois SUVs ainda este ano. O novo Tiguan, importado do México, chegará ainda neste semestre e o T-Cross, que será produzido no Paraná, será lançado no Salão Internacional do Automóvel em novembro.

Para o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e da Região SAM, Pablo Di Si, o segmento de SUVs será o primeiro segmento no País até 2020, respondendo por até 30% das vendas.

Leia mais

→ SUVs dominarão o mercado brasileiro até 2020, prevê Volkwagen

Ranking – O Jeep Compass é hoje líder do segmento de SUVs. Suas vendas no bimestre atingiram 8.332 unidades, com expressivo crescimento de 43,3% sobre as 5.812 emplacadas no mesmo período do ano passado.

Na sequência vêm Honda HR-V, com 7.474 unidades vendidas nos primeiros dois meses, Nissan Kicks, com 6.788 emplacamentos, e Hyundai Creta, com 5.945. O quinto colocado é o Jeep Renegade, com 4.714 unidades comercializadas, o único entre os cinco mais vendidos que teve queda de vendas este ano em relação a 2017.

Leia mais

→ Nissan expande vendas de SUVs e crossovers em 12%

A disputa no segmento tem sido extremamente acirrada. Há um ano, por exemplo, o HRV era líder o Compass ocupava a segunda posição. Kicks e Creta galgaram um degrau este ano enquanto o Renegade passou da 3ª para a 5º posição.

 

O Ford EcoSport, que inaugurou o segmento de SUVs no País e foi líder absoluto até 2011, encerrou o bimestre na sexta colocação, com 4.227 emplacamentos este ano. Completam a lista dos dez mais o Chevrolet Tracker (4.165), Honda WRV (3.170), Renault Captu (2.581) e Renault Duster (2.145).

Os mais baratos – De olho na representatividade do segmento de SUVs no País, a Kelley Blue Book, empresa estadunidense especializada em cotação de preços de carros novos e usados que mantém filiais em Portugal e no Brasil, divulgou na quinta-feira, 8, a lista das dez opções mais baratas de veículos desse tipo no mercado brasileiro.

De acordo com a Blue Book, só há uma opção automática entre as dez mais acessíveis, visto que no geral a lista contempla versões de entrada.  Dentre os dez, quatro são modelos importados da China. Veja abaixo a lista completa:

1º) JAC T40 1.5 – R$ 59.990

2º) Lifan X60 Talent S 1.8 – R$ 67.990

3º) JAC T5 1.5 – R$ 67.990

4º) Ford Ecosport SE Direct 1.5 – R$ 68.690

5º) Renault Duster Expression 1.6 – R$ 69.990

6º) Nissan Kicks S 1.6 – R$ 72.990

7º) Peugeot 2008 Allure 1.6 – R$ 72.990

8º) JAC T6 2.0 – R$ 74.990

9º) Jeep Renegade Custom 1.8 – R$ 75.790

10º) Hyundai Creta Attitude 1.6 – R$ 76.350

 


Fotos: Divulgação/FCA/VW/Nissan