Por Alzira Rodrigues | alzira@autoindustria.com.br

As exportações de veículos no primeiro trimestre cresceram 3,3%, com 180,2 mil unidades embarcadas  ante as 174,5 mil do mesmo período do ano passado. O desempenho das máquinas agrícolas foi ainda melhor, com alta de 31,7% e total de 2.898 unidades exportadas nos primeiros três meses do ano.

A receita com as exportações da indústria automobilística brasileira chegou a US$ 4,08 bilhões no ano, um crescimento de 22,3% no comparativo com os US$ 3,34 bilhões registrados nos primeiros três meses de 2017. “É mais um recorde no acumulado de três meses tanto em unidades como em valor”, comemorou o presidente da Anfavea, Antonio Megale, ao divulgar na quinta-feira, 5, os resultados do setor no trimestre.

Leia mais

Sindipeças aposta em alta de 9% nas exportações

Volkswagen lidera exportações com 21% dos embarques

Em março foram exportados 67,5 mil veículos, expansão de 1,8% no confronto com as 66,3 mil do mês anterior. Quando comparado com igual mês do ano passado (69,3 mil unidades), o resultado é menor em 2,6%. Já no caso das máquinas agrícolas e rodoviárias, houve crescimento em março nos dois comparativos. Com 1.190 unidades embarcadas, a alta foi de 27,5¨sobre fevereiro (933) e de 15,1% sobre março do ano passado (1.034).

Segundo Megale, as vendas externas de máquinas de construção, principalmente para os Estados Unidos, têm contribuído para o crescimento da receita do setor nessa área. Também o segmento de veículos, com produtos de maior valor agregado, registra excelente desempenho no ano. Foram exportados 7.324 caminhões no trimestre, 25,3% a mais do que os 5.844 do mesmo período de 2017.