Por Décio Costa | decio@autoindustria.com.br

A Ford Caminhões reforça sua gama de caminhões médios com motores atualizados com mais potência e torque em modelos que deverão, com o passar do tempo, substituir as opções já existentes com 290 cv. O primeiro a chegar é o C-2431, caminhão 6×2 com motor Cummins de 306 cv e torque de 1.100 Nm de 1.100 a 1.900 rpm associado à caixa de transmissão automatizada Torqshift de 10 marcas.

Segundo Nelson Palmério, gerente de engenharia da marca, para o conjunto não bastou somente uma nova calibração do motor, mas também reformulação nos sistemas de transmissão e refrigeração, filtros melhor dimensionados para os novos índices de desempenho, além de um turbocompressor com nova geometria. “Ainda que o motor mais potente tenha necessidade de mais combustível e ar, o desenvolvimento proporcionou uma combustão mais homogênea, garantindo economia.”

O C-2431 é a ponta de lança da Ford Caminhões para abrir passagem para o C-1731 4×2 em versões rígida e cavalo-mecânico, 2631 6×4, 3131 6×4 e o inédito 3031 8×2.

Com o lançamento a Ford quer liderar o mercado de caminhões no qual a empresa define como médios rígidos. A meta é buscar 25% de participação no segmento. Oswaldo Ramos, diretor de vendas de marketing da Ford Caminhões Brasil, prefere não determinar um prazo. “É uma estratégia que começamos a construir agora. Queremos deixar de brigar pela segundo ou terceiro lugar e colocar foco no que temos de melhor para oferecer, caminhões médios 6×2.”

De acordo com Ramos, a escalada ao topo a que se impôs a fabricante é baseada na oferta de uma linha completa e atualizada, além do aquecimento da economia. “Por enquanto, a maior demanda está no caminhão pesado, alavancado pelas commodities. Mas a produção industrial e o consumo estão reagindo. É o caminhão médio a ferramenta ideal para a diversidade de mercadorias manufaturadas.”

O novo caminhão, garante a Ford, resolve uma equação de produtividade para o transportador. Com o desempenho melhorado na comparação com as opções de 290 cv, proporciona maior capacidade de retomadas e velocidades médias de cruzeiros mais elevadas. “É veículo para as entregas com horas programadas”, resume Palmério.

Como promoção de lançamento, a Ford Caminhões ofertará o Cargo Power 2431 pelo mesmo preço do Cargo 2429 para as primeiras 500 unidades vendidas, volume de negócios para os próximos três meses, acredita Ramos.

Pela tabela Fipe, o modelo sai por volta de R$ 243.000. O transportador, no entanto, leva mais desempenho, economia e conforto com a caixas de TorqShift de 10 marchas, enquanto o 2429 passa a ser oferecido somente com transmissão manual de 6 marchas. “É um modelo para nicho, para aplicações específicas”, de destaca Ramos. “O mercado irá nos dizer quando ele será totalmente substituído”.

Após o período, o veículo deverá ter um aumento em torno de R$ 3.000.


Foto: Ford Caminhões/Divulgação