Yaris

Por George Guimarães | george@autoindustria.com.br

Os concorrentes que aproveitem agora, pois o segundo semestre promete ser especialmente aquecido no segmento de médios. Isso porque a Toyota confirmou o lançamento do Yaris para a primeira semana de junho. Oficialmente, o hatch será apresentado nos dias 7 e 8 em evento no prédio da Bienal do Ibirapuera, em São Paulo.

Inicialmente, a montadora deverá apresentar apenas a versão hatch e colocá-la nas revendas logo em seguida.  Mas, ainda que não confirme, a configuração sedã está pronta e não tardará a estrear. Muito provalvemente no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, se não antes.

A Toyota parece estar ansiosa e, mais que isso, confiante no sucesso do modelo que durante mais de uma década foi considerado principal candidato da marca a ganhar a nacionalidade brasileira.

Já tem inclusive hotsite do Yaris que, após a chamada “Vem aí um novo Toyota”, convida o internauta a ser “um dos primeiros a conhecer” o modelo. Para isso o potencial comprador deve preencher um rápido cadastro.

O Yaris é produzido na fábrica de Sorocaba (SP), unidade que também fabrica Etios e Etios Sedan. A chegada do novo modelo motivou a empresa a decidir pela implantação do terceiro turno de trabalho até novembro para alcançar a produção aproximada de 160 mil veículos por ano.

O novo carro, que ocupará a lacuna entre o Etios e o Corolla, utilizará os motores 1.5 fabricado na vizinha unidade de Porto Feliz, que também passará a trabalhar em três turnos no mesmo prazo, e o 1.8 do irmão maior.

O Yaris deve assegurar pontos importantes de participação para a marca no mercado interno, ainda que haja alguma canibalização das vendas das versões mais caras do Etios e da mais barata do Corolla, neste caso a partir do lançamento da configuração sedã.

Leia mais

→ Volkswagen e Nissan são as marcas que mais avançaram no ano

A montadora encerrou os primeiros quatro meses de 2018 com fatia de 8,2%, equivalente a 60,8 mil automóveis e comerciais leves. Etios e Etios Sedan somaram 24 mil unidades e o Corolla, eterno líder de vendas da marca, teve 19,4 mil emplacamentos.

No primeiro quadrimestre do ano passado, porém, a participação era de 9% e no encerramento de dezembro bateu em 8,7%. Sinal de que a linha Toyota começa a perder fôlego. Muito em função, é verdade, dos vários recentes lançamentos da concorrência exatamente na faixa de preço na qual o Yaris entrará.


Foto: Divulgação/Toyota