Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

Baseado no conceito Misson E, apresentado no Salão de Frankfurt, em 2015, o primeiro esportivo da Porsche totalmente elétrico ganhou o nome de Taycan, palavra de origem oriental que pode ser traduzida como “cavalo jovem e agitado” e faz referência ao corcel de seu logotipo. O nome foi anunciado durante cerimônia que marcou os 70 anos da marca.

De acordo com a fabricante, o projeto tem dois motores elétricos que, juntos, desenvolvem 600 cv. A pretensão é de que o modelo faça de 0 a 100 km/h em menos de 3,5 segundos e chegue aos 200 km/h em 12 segundos.  O carro entregará 500 km de autonomia e, após 4 minutos de recarga, terá energia suficiente para rodar 100 km.

 

Aceleração de 0 a 100km em 3,5 segundos, de 0 a 200 km/h em 12 segundos e autonomia de 500 quilômetros

“Nosso novo esportivo elétrico é forte e confiável. É um veículo capaz de cobrir longas distâncias e que simboliza a liberdade”, resumiu em nota Oliver Blume, presidente do conselho executivo da Porsche.

Para a produção do Taycan, na fábrica de Zuffenhausen, distrito de Sttutgart, a empresa estima a criação de 1.200 novos empregos, além de investimento de € 500 milhões para o desenvolvimento de versões e derivados do esportivo. Até 2022, a companhia aplicará € 6 bilhões na área da eletromobilidade, o dobro do que foi anteriormente planejado.

Os planos da marca é de que o Taycan entre em linha de produção no ano que vem.


Foto: Porsche/Divulgação