O projeto Casa da Costura, um dos programas de desenvolvimento social e geração de renda da Associação Borda Viva, apoiada pelo Instituto Renault, foi o vencedor do XII Prêmio AEA de Meio Ambiente na categoria Responsabilidade Social. A entidade sem fins lucrativos atende crianças, jovens e mulheres da região do bairro Borda do Campo, nas proximidades do Complexo Ayrton Senna, no Paraná. O Prêmio AEA de Meio Ambiente, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, foi entregue na noite de quinta-feira,14, em São Paulo.

O Casa da Costura oferece capacitação e possibilidade de renda a mulheres assistidas pela Associação Borda Vida com a produção de itens como bolsas, sacolas, nécessaires, entre outros artigos, desenvolvidos com materiais reciclados da Renault, como cintos de segurança e tecidos automotivos.

“O Instituto Renault tem inserido o Casa da Costura em uma série de eventos, a fim de garantir máxima visibilidade e, assim, impulsionar os ganhos da Associação Borda Viva com esse projeto. Isso inclui o lançamento de veículos da Renault e eventos como o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 e o Salão do Automóvel de São Paulo”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

Além dos eventos, os itens produzidos pelo Casa da Costura estão à venda em concessionárias da marca em Curitiba e São Paulo e também no L’Atelier Renault, localizado na avenida Champs-Élysées, em Paris.