Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

No segundo trimestre de 2018, a Cummins apurou receita de US$ 6,1 bilhões, crescimento de 21% na comparação com o mesmo período do mesmo passado. O resultado representa um novo recorde para a companhia no desempenho de três meses.

Segundo relatório divulgado, a fabricante registrou crescimento nos principais mercados em que atua, favorecida pela crescente demanda por caminhões e equipamentos de geração de energia, construção e mineração. Os negócios da América do Norte cresceram 22%, enquanto as receitas internacionais 18%, impulsionadas pelo bom desempenho na China, Europa e América Latina.

“Como resultado da forte demanda dos clientes por nossos produtos, execução sólida de nossas equipes globais de fabricação e cadeia de suprimentos e foco contínuo na redução de custos, a empresa entregou recorde de vendas trimestrais e lucro por ação no segundo trimestre”, observa em nota Tom Linebarger, presidente e CEO, Tom Linebarger.

O EBITDA no segundo trimestre alcançou US$ 897 milhões, participação de 14,6% das vendas, acima dos US$ 764 milhões do ano anterior. O lucro líquido chegou a US$ 545 milhões, contra o resultado de US$ 424 milhões apurado no mesmo período de 2017.

LEIA MAIS

→Cummins compra a EDI e quer ser líder em eletrificação

→Cummins e JAC anunciam nova joint venture

→Cummins amplia receita em 21% no trimestre

→Cummins define passos para o futuro


Foto: Cummins/Divulgação