Por Alzira Rodrigues | alzira@autoindustria.com.br

No novo cenário automotivo mundial, as concessionárias deixam de ser apenas revendedoras de veículos e têm de investir cada vez mais em serviços, tornando-se verdadeiros centros de negócios automotivos. Foi esse o principal foco do 28º Congresso & ExpoFenabrave, encerrado na quarta-feira, 8, no Transamérica Expo Center, na capital paulista.

Tanto nos debates e palestras como na área de exposição, que reuniu cinquenta empresas, a necessidade de o concessionário se tornar um prestador de serviço foi apresenta como essencial para garantir o sucesso do negócio na área de distribuição. Mas como caminhar nesse sentido?

“Como fazer a ponte para o futuro? É essa a pergunta de 1 milhão de dólares”, destacou o vice-presidente da Toyota do Brasil, Miguel Fonseca, na palestra magna que abriu o evento ao destacar que na próxima década carros e transporte autônomos serão uma realidade no mundo.

Um dos caminhos, segundo ele, é trazer para a rede de concessionárias as oportunidades que já estão em locadoras e reparadoras, com a prestação de serviços adicionais e apoio à renovação de frotas.

LEIA MAIS

Congresso Fenabrave: os novos desafios do setor.

Toyota abrirá mais 50 revendas em dois anos

Nesse contexto, os principais lançamentos na Expo&Fenabrave foram de serviços e produtos para garantir maior lucratividade às concessionárias e de novas ferramentas de relacionamento para fidelização do cliente. Presentes na mostra desde expositores da área financeira até os de acessórios, equipamentos, Sistemas & Tecnologias, suprimentos e materiais.

A Wings, empresa brasileira do segmento de acessórios, aproveitou o evento para lançar um sistema de inteligência artificial que permite interação completa entre veículo e condutor, com as concessionárias tendo acesso aos dados do carro para melhor atender seu cliente. Por meio de um aplicativo, o VAI, Vehicle Artificial Intelligence, monitora todas as informações do funcionamento do carro.

“O grande diferencial é que este dispositivo permanece disponível 24 horas e funciona independentemente do condutor estar presente no veículo e conectado via bluetooth ou wi-fi”, explica João Marcelo Barros, diretor da Wings. “A oferta desta tecnologia no varejo ainda é embrionária no Brasil”.

O VAI será comercializado em concessionárias autorizadas – a Wings já fez parceria com a Abradit, dos distribuidores Toyota – e em breve será vendido também via site. A ferramenta foi desenvolvida em conjunto com o Cesar, centro privado de inovação que fica em Pernambuco.

A Syonet apresentou na exposição do Transamérica o Syonet Leads 360. É uma plataforma integrada de CMR (gestão de relacionamento com o cliente), gestão de leads e marketing digital que direciona as informações para aumentar a lucratividade do concessionário, de modo que o produto possa transformar o conhecimento em ação de vendas.

Dentre os recursos disponíveis na plataforma estão o rastreamento do percurso e custo de cada vendedor externo, via GPS, geração de leads via Google e leads indoor, distribuição e controle inteligente de leads e recursos de conectividade e processos de relacionamento que as montadoras precisam ter em seus sites.

Já o Itaú Unibanco lançou na ExpoFenabrave o novo Assistente Digital, plataforma de interação com o cliente que realiza a análise e aprovação de crédito online, e o iCarros Club, um produto iCarros, canal exclusivo para a aquisição de veículos anunciados por empresas terceiras.

Rodnei Bernardino de Souza, diretor do Itaú Unibanco; diz que a instituição tem trabalhado de forma intensa para entender toda a jornada do cliente para a compra de um veículo. “Investimos em tecnologia para desenvolver soluções inovadoras, visando desburocratizar o processo de compra e venda de veículos, melhorar a experiência de consumo e, consequentemente, a eficiência de toda a cadeia automotiva”.


 

Fotos: Divulgação/Fenabrave/Wings