A Volkswagen Caminhões e Ônibus aprimorou a oferta na linha de comerciais leves com a introdução no portfólio do Delivery Express+. A nova versão surge para entregar mais segurança às operações de distribuição urbana com adição de controles de estabilidade e tração, além de assistente de saída em rampa.

A nova configuração garante uma evolução tecnologia para a fabricante melhor disputar competitiva e ampla mercado de veículos que reúne de furgões e cabines-chassis na faixa de 3,5 toneladas, na qual concorrentes diretos oferecem pacotes semelhantes, caso das linhas Iveco Daily e Mercedes-Benz Sprinter.

Embora apresentado em 2017, o Express começou a chegar na rede de concessionárias em junho 2018. De lá para cá, o modelo cumpre com os objetivos da fabricante de ter uma peça sólida em segmento que até então não participava. Em seu primeiro ano cheio de vendas, em 2019, alcançou perto de 3,5 mil unidades vendidas.

No ano passado, em meio à desaceleração do mercado em geral devido à pandemia, a VWCO contabilizou mais de 3,3 mil emplacamentos do Delivery Express, de acordo com os dados do Renavam. O volume representa uma pequena queda de 3,3% em relação ao ano anterior, mas, pelas contas da fabricante, coloca o veículo na vice-liderança na faixa de 3,5 toneladas.

Anúncio

“O modelo já é um dos mais desejados da categoria e, agora, vamos agregar novas oportunidades e tecnologias de segurança para atrair os clientes com o Delivery Express+”, observa em nota Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

O acréscimo dos itens de segurança no modelo reforça os argumentos da fabricante ao transportador, nos quais lista robustez de caminhão aliado a dirigibilidade de automóvel, basta carteira de habilitação da categoria B para poder conduzi-lo e, por ter rodado traseiro simples, paga pedágio igual a carro.

O Delivery Express tem motor Cummins ISF 2.8 com 150 cv a 3.500 rpm e torque de 360 Nm (36,7 kgfm) de 1.400 a 2.800 rpm associado a uma caixa de transmissão manual da Eaton de seis marchas. O veículo pode sair de fábrica configurado a partir de duas distâncias entre eixos – 3.000 ou 3.600 mm – e já pronto para o serviço com carrocerias carga seca ou baú fornecidas em uma parceria com a Randon.

LEIA MAIS

→VW Delivery Express avança na preferência do transportador


Foto: VWCO/Delivery