Categoria: Tecnologia

Em pouco mais de um ano, o projeto conjunto da Aptiv  com a  Lyft, empresa americana de transporte que conecta motoristas e usuários de carros compartilhados por meio de aplicativo, já contabiliza mais de 25 mil viagens autônomas em Las Vegas, Estados Unidos. Lançado como piloto durante o CES, Consumer Electronics Show, de 2018, e ainda assim em trajeto ponto a ponto pré-determinado, o projeto evoluiu bastante neste período. Agora são 30 veículos autônomos que circulam pelas ruas da famosa cidade do estado de Nevada. As viagens também passaram a ser cobradas. No total, os veículos se deslocaram para cerca de 1,6 mil destinos também para todo o restante do Condado de Clark, cuja sede é Las Vegas, incluindo locais de entretenimento, centro de convenções e repartições públicas. Segundo a Aptiv, os usuários do serviço nesse período concederam nota 4,95 para o máximo de 5 pontos. Os automóveis contam com mais de 20 dispositvos para transitarem em nível 4, ou seja, o condutor só atua em condições absolutamente adversas, do contrário a viagem é cumprida sem qualquer intervenção humana. LEIA MAIS →Aptiv comemora um ano no Brasil e no mundo Para isso, foram instalados radares de longo e curto alcance, GPS, câmeras e LiDARs, da sigla inglesa para Ligh Detection and Ranging, radares que utilizam o laser para identificar objetos. Eles são capazes de reagir a um objeto pelo menos duzentas0 vezes mais rápido do que um ser humano, assegura a Aptiv. A empresa de tecnologia automotiva já desenvolve programas-piloto também em Boston, também nos Estados Unidos, e em Cingapura. Na Cidade-Estado asiática, os veículos autônomos levam pessoas de seus pontos de origem para uma rede de transporte já estabelecida e dela até os destinos finais. Os veículos de nível 4 de autonomia da Aptiv já estão bem próximos do que a meta perseguida por toda a indústria automotiva para a próxima década: a condução integralmente autônoma, que dispensa a presença de um motorista dentro do veículo e elimina volante e pedais. Os níveis de condução são:  0:  a direção depende 100% do motorista, com equipamentos que apenas alertam o condutor.  1: o veículo é capaz de fazer algumas ações, como manter uma determinada velocidade, mas as principais ações ao volante ainda dependem do motorista.  2: com tecnologias mais avançadas, como assistente de estacionamento, o veículo consegue acelerar, frear e se manter dentro das faixas de rodagem, embora o motorista deva estar atento à via todo o tempo para assumir a direção e reagir em situações de emergência. 3:  o veículo consegue assumir a direção, inclusive, em rodovias. Porém, o condutor deve estar atento e é convidado a demonstrar reações, como tocar o volante, de tempos em tempos. 4: praticamente todas as ações do veículo independem do motorista, mas o condutor precisa assumir em condições adversas, como climáticas.  5: com todos os equipamentos do nível 4, o sistema automatizado dispensa a presença de um condutor, além de volante e pedais, com os comandos feitos por voz ou aplicativo de smartphones.

Foto: Divulgação/Aptiv

Newsletter

NOTAS

Vídeos

Loading...

Blog da Redação

Rádio Sobre Rodas

PR Newswire