Os utilitários esportivos continuam acelerando ladeira acima na preferência dos consumidores brasileiros e, claro, nas estratégias comerciais de quase todas as montadoras. Não por outro motivo  muitos lançamentos estão programados para as próximas semanas e meses.

Com 203 mil unidades negociadas de janeiro a abril, a participação desses veículos entre os automóveis de passeio explodiu em 2021. Passou de 27,4% no primeiro quadrimestre de 2020 para 38,4%, evolução de exatos 10 pontos porcentuais em apenas um ano. Em números absolutos, as vendas cresceram 50%, contra a média de 7,7% do mercado de automóveis.

O segmento foi o único dentre os seis de grandes volumes a aumentar sua fatia na comparação anual, aponta levantamento da Fenabrave. Grand Cabs e Esportivos também avançaram, mas, juntos, representam somente 1% das vendas.

Em abril, a participação dos utilitários esportivos foi ainda mais destacada. Os 53,6 mil licenciamentos, responderam por 42% do total de automóveis negociados, 3,5 pontos porcentuais a mais do que em março e a maior da história.

Anúncio

Em abril de 2020, os SUVs detinham 28,7% dos licenciamentos e apareciam ainda como o segundo maior segmento, atrás dos hatches pequenos (30,5%). As posições se inverteram no transcorrer do ano passado e a diferença entre eles só tem aumentado desde então.

LEIA MAIS

→ Média diária de venda de veículos leves cresce em abril

Se os utilitários esportivos fecharam 2020 com 32,7% de participação e os hatches pequenos com 29,5%, agora a vantagem dos SUVs está na casa dos 14 pontos porcentuais.

Mas o desempenho dos utilitários impressiona também quando considerados os comerciais leves, outro segmento em franca evolução, com a renovação das picapes líderes. No acumulado do primeiro quadrimestre, a fatia deles foi de 30,7%. Um ano antes era de 23% e chegou a 27% na média de 2020.


Foto: Divulgação