Por Alzira Rodrigues

Após registrar em agosto o maior volume de venda de veículos desde dezembro de 2015, o ritmo de emplacamentos no País se mantém em alta em setembro. Nos dez dias úteis da primeira quinzena do mês, prejudicada pela feriado prolongado de 7 de Setembro, foram comercializadas 91,6 mil unidades, ou seja,  média diária de 9.160 veículos. Na primeira quinzena de agosto, com onze dias úteis e 93 mil emplacamentos, a média diária chegou a apenas 8.454 veículos. Alta, portanto, de 8,3%.

Pode até ser que no acumulado do mês haja decréscimo em relação a agosto, porque serão 20 dias úteis em setembro contra os 23 do mês anterior. Mas o importante para o setor são as vendas diárias e o ritmo da primeira quinzena deste mês, acima de 9 mil emplacamentos/dia considerando veículos leves e pesados, até chega a surpreender. Pesa o fato, inclusive, de o dia 8 ter sido emenda de feriado e, assim, um dia útil com consumo prejudicado.

Na primeira semana de setembrom , quando divulgou o balanço das vendas de agosto, o presidente da Anfavea, Antonio Megale, já adiantava que setembro começara com bons números e média diária acima de 9 mil unidades. Na ocasião a entidade reviu a projeção de crescimento das vendas internas para este ano de 4% para 7,3%, o que representará cerca de 2,2 milhões de emplacamentos. No acumulado do ano, com os 216,5 mil emplacamentos de agosto, a indústria automotiva acumulou vendas domésticas de 1,42 milhão de veículos, alta de 5,3% em relação aos primeiros oito meses de 2016.

Anúncio

Também a projeção de produção foi revista para 2,7 milhões de unidades – expansão de 25,2% em relação a 2016, contra os 21,5% estimados anteriormente. Além da retomada do mercado interno o setor registra este ano excelentes resultados em suas exportações e deve superar o recorde histórico de mais seis décadas do setor, com cerca de 745 mil unidades embarcadas, 43% a mais do que no ano passado.

Tradicionalmente a segunda quinzena é melhor para o mercado de veículos do que a primeira, o que sinaliza que a média diária deste mês será ainda melhor do que a verificada até agora. Em agosto, por exemplo, a média diária foi de 8,4 mil na primeira quinzena e de exatos 9.415 veículos no cômputo geral do mês. Foi a melhor média desde 2015, com pequena variação positiva de 1,4% em relação à registrada em julho, de 9.284 emplacamentos diárias. Até junho essa média vinha se mantendo na faixa de 7 mil a 8 mil.


Foto: Divulgação