Por Décio Costa | decio@autoindustria.com.br

A Peugeot apresentou o novo comercial leve Expert, produto intermediário acima do furgão pequeno Partner, mas abaixo do extinto Boxer, que deixou de ser fabricado no fim do ano passado com o término da parceria industrial que o Grupo PSA tinha na fábrica da Iveco. O utilitário é uma das peças-chaves da corporação francesa para avançar no segmento na América Latina.

A vice-presidente da marca para a região e diretora geral para o Brasil, Ana Teresa Borsari, prefere não adiantar metas, mas diante de 0,3% que a empresa detém hoje de participação no segmento no País, aposta em uma ofensiva baseada em produto moderno e serviço de pós-venda. “O Expert representa o nosso quarto eixo estratégico de 2017, depois da criação do Peugeot Total Care com compromissos de pós-vendas, do Renova Peugeot com o comprometimento de recompra do usado e do lançamento do 3008.”

De acordo com a diretora, a Peugeot é líder na Europa no segmento de utilitário e, se não fala em liderança por aqui, introduz no mercado robusto pacote de produto e serviços. O Expert está em linha com o que é oferecido lá fora, construído sobre a mesma plataforma do SUV de luxo 3008, o que sugere um veículo comercial que também alia conforto.

Depois, baseada nos compromissos de atendimento de serviços do Peugeot Total Care (agendamento, transparência de fatura e preços, empréstimos de carro, serviço de reboque 24 horas por 8 anos, dentre outros), a marca amplia o conceito para o que chamou de Peugeot Profissional Center, casas dedicadas ao segmento de utilitário, nas quais o frotista encontrará consultor especializado, lavagem do veículo após o serviço e possibilidade de faturar serviços e peças via boleto bancário. “Muitas vezes, quem leva ou busca o veículo não é o proprietário da empresa”, justifica Dercyde Gomes, diretor de pós-venda da Peugeot. “É mais um compromisso nossos para garantir eficiência no negócio.”

O Expert é produzido na fábrica da Nordex, em Montevidéu, no Uruguai, em linha com capacidade para 6 mil unidades/ano, de onde também sai o modelo irmão Citroën Jumpy. Segundo Ana Teresa Borsari, a expectativa de vendas para o furgão da Peugeot, em seu primeiro ano cheio, é de 2.000 unidades somente no mercado brasileiro.

Anúncio

Como veículo dedicado ao segmento de utilitários, o Expert traz algumas soluções práticas para o cotidiano da distribuição de carga urbana. Além da porta lateral corrediça, as portas traseiras possibilitam abertura de até 180, o que permite carregamento com uso de empilhadeira. As caixas de rodas também não invadem o compartimento de carga, que oferece capacidade volumétrica de 6,6 m³ e até 1.500 kg de carga útil.

Outro recurso facilitador é o chamado Moduwork, uma tampa localizada na divisória do compartimento de carga com o habitáculo permite aumentar espaço sob o banco do passageiro para acomodar cargas longas, de até 4 metros de comprimento.

No comando do Expert, o motorista é auxiliado com um bom conjunto de recursos e conveniência, desde ajuste de altura da direção, do tipo eletro hidráulica, até acionamento elétrico dos vidros e retrovisores. No quesito segurança traz controle de estabilidade, luz diurna, sensor de sonolência, assistente de saída em rampa e sistema de travas independente para o habitáculo e para o compartimento de carga.

No trem de força, o Expert, com tecnologia Euro 6, tem 1.6 turbodiesel de 115 cv a 3.500 rpm e torque de 30 kgfm a 1.750 rpm associado a uma caixa de câmbio de seis marchas. Segundo a Peugeot, o modelo entrega um dos melhores índices de autonomia da categoria, de 1.000 km, como também um dos menores custos por quilômetro rodado: R$ 1.

O veículo será lançado oficialmente na Fenatran e ofertado a partir de duas versões – Business e Business Pack – e somente em duas cores: branca e cinza, com preço promocional de lançamento a partir de R$ 79.990. O preço de lista, porém, parte de R$ 83.990.

Além do Expert, a marca também reserva algumas outras novidades na Fenatran. A executiva prefere preservar os segredos, mas dá pistas, como uma versão do Expert para passageiros e a introdução de mais um furgão, com capacidade acima do Expert.


Fotos: Peugeot/Divulgação