A ZF fechou acordo com a Chery em plano estratégico para popularizar o carro autônomo. A sistemista fornecerá para a fabricante chinesa o ZF ProAI, supercomputador que permite funções automática até o Nível 3 de conduções autônoma, no qual a inteligência artificial é capaz de acelerar, frear e “ler” o ambiente ao redor, mas o motorista ainda precisa intervir no processo. Outros parceiros também auxiliam com o desenvolvimento, como a Nvidia e a Baidu, empresa de tecnologia chinesa. “Essa parceria é particularmente relevante porque ela contribui para a democratização das funções de condução autônoma em um dos mais importantes mercados automotivos do mundo”, resume Konstantin Sauer, CEO da ZF.