Por Alzira Rodrigues | alzira@autoindustria.com.br

Os hatches pequenos e os SUVs continuam ganhando participação no mercado brasileiro, enquanto os veículos de entrada, aqueles de menor valor, perdem espaço no ranking de vendas por segmento, conforme dados publicados mensalmente pela Fenabrave.

Contra alta média de 14,1% nas vendas totais de automóveis e comerciais leves nos primeiros sete meses, o segmento de SUVs teve procura ampliada em 27,8% e o de hatches pequenos em 20,4%. Juntos, os dois segmentos respondem agora por 52,6% do mercado, ante os 48,1% que detinham há um ano.

A participação dos hatches pequenos, que ainda lidera o ranking por segmento, passou de 26,7% no ano passado para 28,4% este ano, com a venda de 321,8 mil unidades até julho, ante as 267,3 mil dos primeiros sete meses de 2017.

LEIA MAIS

PSA já produz Citroën C4 Cactus em Porto Real

A fatia dos SUVs saltou de 21,4% para 24,2%, com 274 mil emplacamentos este ano contra os 214,7 mil nos primeiros sete meses do ano passado. Em 2014, os SUVs tinham apenas 10,7% do mercado, enquanto os veículos de entrada ocupavam o primeiro lugar, com 24,2% de participação.

O Jeep Compass lidera o segmento de SUVs, com 33,5 mil emplacamentos no período. Entre o segundo e quinto colocado a disputa é bem acirrada. O Honda HR-V, vice-líder, vendeu 26,6 mil unidades, seguido de perto pelo Jeep Renegade (25,5 mil), Nissan Kicks (25mmil) e Hyundai Creta (24,3 mil).

Anúncio

LEIA MAIS

Bom início de mês para o mercado de veículos

Volkswagen mostra mais um pouco do T-Cross

Entre os hatches pequenos, o Chevrolet Onix segue na liderança isolada – tanto do segmento como do mercado em geral –, com 106,5 mil licenciamentos, seguido pelo Hyundai HB-20, com 59,5 mil, VW Polo (40 mil) e Fiat Argo (33,5 mil).

As vendas dos veículos de entrada, que até 2014 dominavam o mercado, tiveram pequeno crescimento de 3,6% este ano, num total de 208,6 mil unidades. O Ford Ka lidera o segmento, com 57,8 mil emplacamentos.

No ranking por segmento, os sedans pequenos, médios e compactos respondem pela quarta, quinta e sexta colocação, com participações de, respectivamente, 14,2%, 7,2% e 3,7%, índices próximos aos registrados nos primeiros sete meses de 2017. Na soma dos três segmentos, os sedans mantêm fatia próxims de 25%, representando, assim ¼ do mercado brasileiro.


Foto: Divulgação/FCA