Por Décio Costa | decio@autoindustria.com.br

A Maxion Wheels, fabricante de rodas da Iochpe-Maxion, pretende em breve oferecer ao mercado que vai além da função da roda, uma das mais geniais invenções da humanidade. A MaxSmart é uma roda convencional de aço para veículos comerciais, mas que combina tecnologia de sensores para capturar e transmitir informações a respeito da operação do transporte.

A tecnologia permitirá que motorista e gestores tenham acesso a dados como pressão dos pneus, temperatura, eventuais avarias, desbalanceamentos e até mesmo sobrepeso. “Não inventamos a roda, mas participamos de suas inovações”, brinca Marcos de Oliveira, CEO e presidente da Iochpe-Maxion.

A MaxSmart ainda se encontra em testes. Foi apresentada pela primeira vez no Salão Internacional de Hanover, na Alemanha, em 2016, como uma solução na prevenção de acidentes e ferramenta para melhor planejar a manutenção dos veículos e, consequentemente, evitar custos desnecessários. Na época, a previsão era de que o produto já estivesse pronto para o mercado no ano passado. “Os testes de durabilidade demoram e são fundamentais para garantir a eficiência antes de chegar ao consumidor”, justifica.

Anúncio

LEIA MAIS

→Iochpe-Maxion reforça estratégia de internacionalização

Oliveira ainda lembra que a digitalização nas rodas também é um caminho para amparar os desenvolvimentos de veículos elétricos e autônomos, que podem incorporar inteligência e motores independentes.

Outra inovação prestes a ser oferecida, primeiramente para o mercado europeu, é a chamada tecnologia Acorus, um projeto em parceria com a Michelin que desenvolve uma roda de liga leve flexível. Ao passar por buracos, a roda acompanha a deformação do pneu, evitando trincas e quebras, para em seguida voltar à sua conformação original.


Foto: Maxion Wheels/Divulgação