Por Alzira Rodrigues | alzira@autoindustria.com.br

Com design frontal modernizado e a incorporação de alguns itens de conforto e conveniência, a Toyota Hilux 2019 chega ao mercado brasileiro com reajustes na faixa de 1% a 4,6% e preços agora na faixa de R$ 118 mil a R$ 190 mil.

“Fizemos o ajuste por causa da incorporação de novos equipamentos, mas não houve repasse integral dos itens adicionados. A relação custo/benefício melhorou”, comenta gerente de produto da Toyota do Brasil, Maurilio Pacheco. A versão mais barata é a SR 4×2 automática flex e a mais cara a SRX 50th Anniversary também automática.

A expectativa da empresa com a nova linha 2019 é a de acelerar suas vendas neste segundo semestre, atingindo 40 mil emplacamentos da picape Hilux este ano, o que representará crescimento de 15% sobre 2017. No acumulado até julho, foram comercializadas 20,5 mil unidades, expansão de 8,2% no comparativo com as 18,9 mil do mesmo período do ano passado.

Produzida na fábrica de Zárate, província de Buenos Aires, Argentina, a Hilux tem nova frente com grade hexagonal nas versões SRX, SRV e SR. O para-choque dianteiro foi remodelado, incorporando agora faróis de neblina. Seu comprimento foi reduzido em 15mm, baixando para 5.315 mm.

Já as versões destinadas às vendas diretas – STD Power Pack e Narrow MT, cabine simples e chassi e cabine, todas diesel com câmbio manual – mantiveram a frente anterior. Das 40 mil unidades que a Toyota pretende emplacar este ano, 28,2 mil serão destinadas ao varejo e 11,8 mil direcionadas às vendas diretas.

LEIA MAIS

Vendas diretas respondem por 70% dos emplacamentos de picapes no Brasil

Fiat Toro Ranch chega às revendas no fim de agosto

Yaris e Etios têm fila de espera de até um mês

A fabricante diz que a Hilux é líder há dois anos no seu segmento. Sua principal concorrente é a Chevrolet S-10. De acordo com Miguel Fonseca, vice-presidente da Toyota do Brasil, o lançamento de picapes menores, como a Fiat Toro, não afetou as vendas do segmento. “A Toro aumentou o mercado de picapes, não roubou espaço dos modelos grandes”.

Anúncio

Novos itens – A versão SRX, carro-chefe da linha, trará badge alusivo ao 50º aniversário da picape, como homenagem as cinco décadas do seu lançamento. Vem agora com novas rodas 18” e também com capota marítima.

Na versão intermediária SRV, as novidades são o estepe em liga leve, airbags laterais e de cortina (totalizando sete), Smart Entry e Push Start, assistente eletrônico de subida (DAC), apenas nas motorizações a diesel, módulo para subida automática dos quatro vidros, luz de condução diurna e retrovisor eletrocrômico.

A versão SR, focada no canal de produtor rural da marca, também elevou a oferta de equipamentos, ao ganhar ar-condicionado digital e luz de condução diurna de série.

Na linha voltada para o trabalho, a versão Standard Power Pack, passa a contar com luzes de condução diurna, faróis com função follow me home, revestimento dos assentos em material sintético, travamento automático das portas, chave canivete, vidros elétricos, retrovisores externos elétricos, radio AM/FM com CD player, Bluetooth® e entrada USB auxiliar, comandos de áudio no volante.

As versões Standard Narrow, Cabine Simples e Cabine Chassi ganharam luzes de condução diurna, faróis com função follow me home e revestimento dos bancos em material sintético.

Os modelos da linha 2019 da Hilux seguem equipados com os motores Toyota diesel e flex. As transmissões para os modelos diesel são automática de seis velocidades sequencial para as versões SRX, SRV e SR e manual de seis velocidades para as versões Standard Power Pack, Standard Narrow, Cabine Simples e Cabine Chassi.

 


Fotos: Divulgação/Toyota