Misto de um SUV com um cupê, o Renault Arkana teve estreia mundial na quarta-feira, 29, no Salão do Automóvel de Moscou. O novo modelo global, que será produzido na Rússia a partir do ano que vem, é peça importante na estratégia do Grupo Renault de atingir venda de 5 milhões de veículos no mundo até 2022.

“O show car Arkana é um cupê-crossover único, apresentando uma fusão perfeita entre a elegância de um sedã e a força de um SUV. Ele exibe todos os atributos da marca Renault, com um design musculoso, a força e a sensualidade com um toque francês”, diz Laurens Van den Acker, diretor mundial de design industrial do Grupo Renault.

LEIA MAIS

Renault apura recorde de vendas no semestre

Renault duplicará produção do elétrico Zoe na Europa

Desenvolvido para atuar no competitivo segmento C e aproveitar o fenômeno mundial de demanda crescente pelos SUVs, o Arkana será comercializado em diferentes países e numa segunda etapa também será produzido na Ásia.A distância mais elevada do solo, as passagens de roda mais largas e as rodas de 19’’ expressam, segundo a fabricante, sua robustez e capacidade off-road.

Anúncio

“A ideia deste conceito inovador nasceu na Rússia e o projeto foi conduzido com grande envolvimento das equipes da Renault naquele país para atender as expectativas do clientes locais. Mas acreditamos que sua aceitação será global, contribuindo para o Grupo Renault acelerar ainda mais sua expansão internacional no âmbito de seu plano estratégico Drive the Future”, avalia Nicolas Maure, vice-presidente sênior da empresa e presidente da Região Eurásia.

O Grupo Renault respondeu no ano passado por quase 1/3 das vendas de veículos no mercado russo, com total de 448.270 unidades comercializadas. A Rússia é atualmente o segundo mercado do Grupo Renault, devendo ocupar a primeira posição no final da vigência do plano estratégico atual.


Foto: Divulgação/Renault