A Renault aproveitou a 10ª edição da tradicional Noite Renault, realizada em seu estande no Salão do Automóvel de São Paulo na terça-feira, 13, para comemorar os 20 anos de produção no Brasil e os bons números conquistados pela marca este ano, com destaque para a participação de 8,6% no acumulado até outubro, índice recorde desde que começou a operar em São José dos Pinhais, PR, em 1998.

A empresa, segundo o presidente para a América Latina, Luiz Fernando Pedrucci, completa 20 anos vivendo o seu melhor momento no País. O resultado obtido ao longo deste ano está atrelado, na sua avaliação, ao sucesso comercial dos seus dois últimos lançamentos no mercado brasileiro, o Captur e o Kwid.

Kwid e Captur empurram Renault mercado acima

“A Renault nunca deixou de investir no Brasil, mesmo em períodos de instabilidade econômica”, destacou Petrucci. “É o que nos permitiu fortalecer nossa estrutura e lançar veículos que atendem às necessidades do consumidor brasileiro. Ultrapassamos a marca de 8% de participação de mercado e, até 2020, nossa meta é chegar a 10%. A aceitação dos nossos produtos nos mostra que estamos no caminho certo”.

LEIA MAIS

Renault e Hyundai ainda brigam pela quinta posição

Anúncio

Renault fica em quarto lugar em setembro

Kwid e Captur empurram Renault mercado acima

Em 20 anos, foram mais de 3 milhões de veículos e 4 milhões de motores fabricados no Brasil, onde atualmente a marca produz sete modelos: Kwid, Sandero, Logan, Duster, Duster Oroch e Captur, todos em exposição no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, além do comercial leve Master.

Homenagem – A Noite Renault prestou uma homenagem ao jornalista, advogado, antigomobilista e criador do Museu Nacional do Automóvel, Roberto Nasser, que faleceu na semana passada. “Nasser era um dos mestres do setor, com um contagiante entusiasmo por automóveis”, afirma Caique Ferreira, diretor de Comunicação da Renault do Brasil.

O evento reuniu veículos históricos, fã-clubes, aficionados pela marca, jornalistas e grandes nomes do automobilismo brasileiro, como os ex-pilotos Bird Clemente, Luiz Evandro Águia e Paulo Solaris. Os clubes dos modelos da marca que foram fabricados no Brasil, Família Megane/Scénic, Clio Clube e Clube do Sandero, também foram homenageados na Noite Renault.


Foto: Divulgação/Renault