Um prédio com formato aproximado ao de um caixote, localizado às margens da movimentadíssima avenida Rebouças, em São Paulo, é o oitavo Estúdio de Design da Nissan no mundo. Batizado não por coincidência de The Box, o espaço foi inaugurado nesta quinta-feira (16).

O americano vietnamita John Sahs, com passagem de duas décadas pelo Japão, é o responsável pelo departamento, cujo propósito é ter e trabalhar ideias de estilo e formas que devem estar nas próximas gerações de automóveis das marcas Nissan, Infiniti e Datsun em todo o mundo e em diversos aspectos da mobilidade futura.

O estúdio, diz o executivo, trabalhará sob o slogan “Disrupção através da fusão” para “unificar e traduzir a cultura brasileira e latina com a japonesa” nos novos projetos globalmente.

 

Anúncio

“Estamos pensando a mobilidade de uma maneira abrangente, que vai além do carro. As novas tecnologias que a Nissan está desenvolvendo em todo o mundo também está transformando a concepção e as formas dos nossos veículos, afirma Sahs, que revela que ao menos um projeto concebido pelos designers brasileiros já está em fase de estudo de produção na matriz japonesa.

A caixa de Sahs não tem qualquer parede interna. Sob seu comando, seis profissionais, todos brasileiros, trabalham de forma integrada. Parte do mobiliário tem a assinatura dos próprios designers da Nissan, como a escada e a mesa de reunião. Contudo, um jardim zen japonês e um engawa – espécie de varanda japonesa – reafirmam a origem da empresa.


Foto: Divulgação/Nissan