A DAF Caminhões acaba de ganhar importante reforço para seus negócios no Brasil: a Paccar Financial, braço financeiro do Grupo Paccar, detentor da montadora, começou a operar aqui este mês, cerca de seis anos depois da montadora.

Petry: leasing e capital de giro em 2020.

Inicialmente, o banco financiará os caminhões DAF produzidos em Ponta Grossa (PR) para clientes finais por meio de CDC. A instituição também terá imediatamente linha para os estoques da rede de suas 23 concessionárias.

Ainda no segundo semestre, assegura João Petry, diretor geral da Paccar Financial, começarão as operações via Finame, hoje principal modalidade de crédito para o setor.

Anúncio

O leasing ficará para uma segunda etapa, a partir do ano que vem, assim como o financiamento de capital de giro dos revendedores.

A constituição da Paccar Financial no Brasil era ambição desde a chegada da DAF aqui, mas foi iniciada há pouco mais de dois anos e envolveu investimento inicial de R$ 100 milhões, cerca de 70% para crédito. O restante destinou-se à formação de toda a infraestrutura  da institiuição, cuja sede compartilha o site da DAF no Paraná.

LEIA MAIS

→Mercado de caminhões avança para novo patamar

→DAF completa cinco anos de produção no País

A ideia do banco é responder pelo financiamento de cerca de 30% dos caminhões DAF vendidos no País em 2020 — em 2018 foram negociados cerca de 2,3 mil unidades.

Petry, porém, considera até 20% já em 2019, índice muito próximo aos 24% de média que a instituição exibe globalmente para veículos DAF, Kenworth e Peterbilt, as três marcas do grupo. Juntas, elas venderam 198 mil caminhões no ano passado.

A instituição foi criada em 1960 e está presente em 24 países. Os ativos somaram US$ 14,4 bilhões em 2018. No Brasil, está disposta a financiar ainda implementos rodoviário  e veículos usados de seus concessionários, mesmo de outras marcas, desde que em uma negociação com um modelo DAF novo.


Foto: Divulgação