Com apenas 4 anos de operação, a fábrica da Jeep de Goiana, PE, conquistou a certificação Prata do WCM, World Class Manufacturing, sistema de produção de classe mundial adotado em todas as plantas da FCA, Fiat Chrysler Automobiles, no mundo.

A unidade pernambucana já havia obtido a certificação bronze em 2016, quando tinha somente um de funcionamento, tornando-se agora a planta que alcançou o nível prata no menor tempo de operação na América Latina.

“Num curto período de tempo inauguramos a planta mais moderna da FCA e conseguimos formar um time de excelência”, comenta Pierluigi Astorino, gerente da planta do Polo Automotivo Jeep. “Investimos numa nova geração e o engajamento e a motivação desse time são os responsáveis pelo sucesso que alcançamos e pelo rápido crescimento profissional da equipe”.

Anúncio

A planta Jeep foi pensada com layout inovador, otimizado com fluxos de materiais e de produtos concebidos dentro dos mais elevados parâmetros do WCM. Sua gestão visa o desenvolvimento do nível operativo por meio do combate ao desperdício, do desenvolvimento das pessoas e da utilização de métodos e ferramentas para eficiência máxima dos processos.

Criada em 2006, a metodologia WCM é fruto de uma cooperação de especialistas mundiais e fundamentada em 20 pilares (10 técnicos e 10 gerenciais) estruturados para melhorar a organização do posto de trabalho e os sistemas de qualidade, manutenção e logístico.

Além da planta Jeep, também as fábricas de transmissões de Córdoba, na Argentina, Autopeças Jaboatão dos Guararapes (PE) e CMP possuem certificação bronze. A certificação prata já foi concedida às plantas de veículos de Córdoba, motores em Campo Largo PR), e veículos, motores e transmissões em Betim (MG).


Foto: Divulgação/Jeep