Os brasileiros admiradores da Volvo e de veículos movidos a eletricidade, só precisarão aguardar quatro ou cinco meses para poder comprar um carro que satisfaça essas duas preferências. A marca sueca anunciou que ainda no primeiro trimestre de 2020 oferecerá em sua rede de revendas o XC40 Recharge, seu primeiro carro totalmente elétrico.

A versão elétrica do conhecido utilitário esportivo foi lançada mundialmente nesta quarta-feira (16) e é o primeiro membro de futura família de modelos elétricos que ganhará um novo produto por ano nos próximos cinco anos. Com eles, a montadora espera que metade de suas vendas globais de 2025 seja de elétricos e os outros 50% de híbridos.

Volvo XC40 plataform

A Volvo escolheu o nome Recharge para designar todos os seus veículos que tenham motor híbrido plug-in ou que sejam totalmente elétricos.

“Reafirmamos para a Volvo Cars, o futuro é elétrico”, disse Håkan Samuelsson, CEO global da empresa, durante a apresentação do XC40 elétrico, que mereceu transmissão mundial pela internet.

Todos os modelos da marca terão uma opção elétrica, sejam utilitários ou mesmo os carros da série 60.

Para atender a essa variação e a perspectiva de que os híbridos plug-in representem 20% de suas vendas mundiais já no ano que vem, a Volvo pretende triplicar a capacidade de produção de veículos eletrificados.

LEIA MAIS

→ Novo Volvo S60 chega em setembro

Anúncio

→ Ricardo Ochiai é o novo diretor comercial da Volvo Car Brasil

Com tração nas quatro rodas e um motor que desenvolve o equivalente a 408 hp, o XC40 Recharge, segundo a montadora, pode percorrer até 400 km com uma única carga. A bateria, integrada ao piso e isolada por uma gaiola de segurança de alumínio, precisa de apenas 40 minutos para atingir 80% de sua capacidade em fonte de carregamento rápido.

Volvo XC40 Recharge

Pegada de carbono – A criação de família de produtos 100% elétricos integra plano da montadora de reduzir a pegada de carbono do ciclo de vida por carro em 40% entre 2018 e 2025. A empresa quer se tornar uma empresa neutra em relação ao clima em toda a sua cadeia de operações até 2040.

Para alcançar 40% de redução por carro até 2025, adotará série de ações para diferentes áreas. No curto prazo, elas incluem a redução de 25% das emissões de CO2 relacionadas à cadeia de suprimentos global até 2025, inclusão de 25% de plásticos reciclados nos novos carros também até 2025 e diminuição de 25% nas emissões de carbono geradas pela companhia incluindo operações gerais, como produção e logística.


Foto: Divulgação/Volvo