O Salão do Automóvel de Tóquio, no Japão, que tem por tema central a mobilidade do futuro, é palco da revelação do Ariya Concept, um crossover elétrico com visual que aponta para uma reinvenção completa do design da Nissan

Segundo a fabricante japonesa, o SUV conceito sinaliza o início de uma nova era para a marca e, apesar de ser um carro-conceito, não se descarta sua produção em futuro próximo. Com dois motores elétricos, o Ariya Concept conta com uma cabine premium espaçosa, com recursos high-tech e uma carroceria que, de acordo com a Nissan, transmite a natureza pura  dos carros elétricos.

“Uma nova arquitetura do veículo significa novas oportunidades para redefinir como os veículos interagem com a sociedade e como um carro elétrico equipado com capacidades de condução avançada pode oferecer uma nova perspectiva”, comentou Alfonso Albaisa, vice-presidente sênior de design global na Nissan.

De acordo com o executivo, os dois conceitos apresentados pela marca no Salão de Tóquio – além do Ariya tem também o compacto urbano IMk Concept – incorporam a visão Nissan Intelligent Mobility do transporte pessoal, por meio da qual a eletrificação e a inteligência veicular oferecerão experiências adaptativas e contínuas de condução, livres de acidentes e emissões nocivas.

LEIA MAIS

Nissan vendeu 25 unidades do Leaf até agora no Brasil

Anúncio

Nissan digitaliza todo o processo de seleção de talentos

Salão de Tóquio terá até carro!

Com relação ao exterior do Ariya Concept, Albaisa destaca a substituição da grade convencional por aquilo que a empresa chama de escudo: “Uma peça expressiva, com uma inovadora textura interna em 3D que vai além de cosmética, mas que é também uma forma de destacar a tecnologia encontrada em todo o veículo. Neste caso, é um sensor radar e outras tecnologias que ajudam o carro a ler a pista e visualizar coisas que o motorista não

Interiormente, um grande diferencial do modelo é o painel de instrumento. Quando o Ariya Concept é energizado, controles táteis integrados de forma contínua ao longo do painel são iluminados, ganhando vida. Quando o carro não está sendo utilizado, eles desaparecem na superfície. Os únicos controles físicos são o botão start, o do controle da tela de 12,3” e os de temperatura, que estão encravados na parte inferior do painel de instrumentos.


Foto: Divulgação/Nissan