AToyota do Brasil aderiu  ao Acordo de SP,  ação do Governo do Estado em parceria com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) para trocas de informação entre as empresas em busca de medidas para redução da emissão de CO2 e gases de efeito estufa até 2030.

Pioneira na produção e comercialização em massa de veículos híbridos, a Toyota é a primeira montadora de automóveis do Brasil a apresentar soluções para viabilizar o compromisso estabelecido pelo acordo, algo que não seria possível sem a introdução dos modelos equipados com tecnologia híbrida e a promoção de novas soluções nas unidades de produção da região.

“Com a introdução de novos veículos híbridos fabricados no Estado de São Paulo, nosso compromisso para 2030 é evitar a emissão de 415 mil toneladas de CO2, o que corresponde ao plantio de 3 milhões de árvores, ou o equivalente a sete parques do Ibirapuera em área plantada”, diz Roberto Matarazzo Braun, Diretor de Relações Governamentais e Regulamentação Veicular da Toyota do Brasil.

A montadora calcula que carros híbridos emitem, em média, 45% menos CO2  do que um automóvel convencional a combustão interna somente.


Foto: Divulgação/Toyota