Era algo mais que previsível e esperado, mas faltava a confirmação oficial. E ela acaba de vir a público: a edição de 2020 do Salão de Detroit, que pela primeira vez seria realizado em junho, está cancelada em decorrência da pandemia da Covid-19.

Os organizadores afirmaram que em 2021 o evento, conhecido como NAIAS, North American International Auto Show, ocorrerá também em junho. A última edição, em 2019, foi realizada em janeiro, como era tradicional.

A proximidade e a crescente concorrência com a CES, a Consumer Electronics Show, evento de tecnologia que tem sido palco de muitas novidades do setor automotivo, forçou a mudança para a metade do ano.

O estado de Michigan, onde está Detroit, já tem mais de 4,6 mil pessoas infectadas pelo coronavírus e contabilizava 111 mortes até o último fim de semana. As próprias montadoras, com linhas paralisadas e que têm dedicado ações para minimizar a proliferação do vírus, inclusive fabricando máscaras e respiradores, apoiaram a decisão da organização.

Anúncio

Detroit é mais um salão de importância mundial cancelado este ano. Também foram suspensas as exposições de  Genebra, Suíça,prevista para março, e de São Paulo, que aconteceria em novembro.

O Salão de Nova York, que inicialmente seria realizado em abril, foi adiado para agosto, medida tomada antes do agravamento da pandemia nos Estados Unidos, hoje o país com mais infectados no mundo.

É mais provável que a mostra seja cancelada também, já que Nova York concentra perto da metade dos óbitos registrados no país.


Foto: Divulgação