Mercedes-Benz, na Alemanha, Tata, na Índia, e Toyota, no Japão, são os únicos destaques da indústria automobilística no ranking das marcas mais valorizadas  em cada país em 2017. 

O universo das empresas de tecnologia, nesse sentido, predomina com larga margem, como pode se verificar no mata acima.

Fosse desenvolvido estudo semelhante há uns 50 anos e, muito provavelmente, nomes como General Motors, nos Estados Unidos, Fiat, na Itália, ou Renault e Peugeot, na França, além de outras tantas, figurariam entre as marcas mais valiosas. 

O mundo definitivamente mudou! (George Guimarães)