Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

A Dana fechou acordos definitivos para a combinação de suas operações com as da divisão automotiva da GKN, um negócio que cria a Dana Plc, líder global em sistemas de transmissão. Os novos acionistas da Dana serão proprietários de 52,75% das ações da nova empresa e os acionistas da GKN terão 47,25%.

A empresa combinada, Dana Plc. terá sua sede fiscal no Reino Unido, com ações negociadas em Wallstreet como DAN. O negócio envolve US$ 1,6 bilhão em receitas do caixa para a GKN Plc e US$ 1 bilhão de passivos líquidos de fundo de pensão, além de 133 milhões de novas ações da Dana Plc emitidas para os acionistas da GKN, avaliadas em US$ 3,5 bilhões. No total, assim, a transação atinge US$ 6,1 bilhões

As vendas da Dana e da GKN Driveline somaram US$ 13,4 bilhões em 2017. A nova empresa, segundo nota divulgada pela Dana, será líder global em sistemas de acionamento de veículos em todos os três principais mercados de mobilidade – veículos leves, veículos comerciais e off-highway.

Ainda segundo a nota, a Dana Plc terá um sólido balanço e a transação deverá resultar em US$ 235 milhões de sinergias de custos anuais dentro de três anos a serem acrescidos aos ganhos no primeiro ano completo.

“Esta transação transformadora e estratégica solidifica a Dana como líder mundial em sistemas de transmissão de veículos e estabelece uma posição de liderança na propulsão elétrica, que vemos como o futuro dos drivetrains de veículos”, disse James Kamsickas, presidente e CEO da Dana.

Segundo o executivo, as duas empresas têm uma longa história de parceria e possuem culturas semelhantes. “Nossos negócios altamente complementares compartilham uma compreensão profunda dos requisitos de longo prazo dos nossos clientes. Queremos receber os times da GKN Driveline e a família Dana e juntos, oferecer valor e crescimento aos nossos acionistas””, destacou Kamsickas.

Com sede no Reino Unido, a GKN Driveline construiu posições de liderança de mercado em três segmentos de produtos de veículos leves: eixos de transmissão articulados de velocidade constante, sistemas de tração integral e soluções de transmissão eletrificada.

A companhia tem experiência em sistemas mecânicos, controle eletrônico e de software e particularmente integração de veículos. A transação também inclui o negócio Off-Highway Powertrain Services da GKN, especialista em entrega e serviço de energia off-highway.

Com cerca de 35 mil funcionários, a GKN Driveline opera em 23 países e possui 61 locais de fabricação, incluindo uma das maiores empresas de transmissão na China por intermédio da joint venture Shanghai GKN Huayu Driveline Systems (conhecida como SDS). Em 2017, o negócio gerou vendas consolidadas de aproximadamente US$ 6,2 bilhões.

A Dana espera concluir a transação, que está sujeita às aprovações regulatórias dos acionistas e usuais, no segundo semestre de 2018.


Foto: Divulgação/Dana