Por Redação autoindustria@autoindustria.com.br

A Audi divulgou nesta terça-feira, 5, aquele que será, ao lado do A8, a principal atração da marca ao longo de 2018: o Q8. O utilitário esportivo, afirma a montadora, mescla a “elegância de um coupé de luxo com a versatilidade de um SUV de grande porte”.

Produzido na Eslováquia, o mais novo SUV da Audi começará a ser vendido na Europa em meados do segundo semestre. Por aqui, muito provável, deve ser a principal atração no estande da marca alemã no Salão do Automóvel de São Paulo, que será realizado em novembro. Vendas, porém, só mesmo a partir de 2019.

O modelo é o primeiro SUV da Audi a adotar o estilo cupê, desenho já bem conhecido na concorrente BMW, que o empregou inicialmente no X6 e depois no X4. Mede  4,99 metros de comprimento, 2 metros de largura e 1,71 metro de altura. É ligeiramente menor do que o atual Q7 e, com entre-eixos próximo dos 3 metros, pode dispor de uma terceira fila de bancos e carregar até sete pessoas.

O Q8 é o topo da gama da chamada linha Q, letra que identifica os utilitários esportivos da Audi, e sério candidato a ser um de seus veículos mais caros em todo o mundo. Além do declive da coluna D, chama a atenção na parte externa a nova identidade visual da marca, que concede à dianteira um ar de robustez pouco comum nessa faixa de mercado.

A tração é integral nas quatro rodas e, opcionalmente, o modelo dispõe de suspensão pneumática que se adapta às condições do terreno e pode variar em 90 milímetros sua altura. O vão livre do solo é de 254 milímetros. São vários sistemas de auxílio à condução. A lista inclui, por exemplo, controle de cruzeiro adaptativo, assistente de cruzamentos, alerta de mudança de faixas, aviso de meio-fio e câmeras de 360 graus.

Destaque especial para o chamado “garage pilot”, que estará disponível no começo do ano que vem. O sistema guia o SUV para uma garagem e de volta novamente de forma autônoma. O motorista sai do carro e ativa o auxílio por meio do aplicativo myAudi no celular.

Em um primeiro momento, o Q8 será oferecido com motores 3 litros a gasolina de 340 cavalos e a diesel de 286 cavalos. O modelo adota solução já presente em outros veículos para economizar combustível: é um híbrido leve.

O sistema elétrico de 48 volts incorpora uma bateria de íons de lítio e uma partida de correia do alternador. Durante a frenagem, pode recuperar até 12 kW de energia e alimentar a bateria. A tecnologia permite longas fases de inércia com o motor desativado e uma faixa de partida e parada que começa a 22 km/h.

Conforto opcional também são as quatro rodas direcionais: as traseiras podem girar até 5 graus, o que facilita manobras e melhora a estabilidade em altas velocidades.


Foto: Divulgação/Audi