Aconcessionária HMB Pateo, em Recife, PE, foi a responsável pela entrega do centésimo milésimo Creta comercializado pela Hyundai no País. A marca dos 100 mil emplacamentos do SUV foi atingida logo após a montadora anunciar aumento de sua capacidade produtiva na fábrica de Piracicaba, no interior paulista, que passará de 180 mil para 210 mil veículos/ano.

Lançado no mercado brasileiro em janeiro de 2017, o Creta atingiu 41,6 mil emplacamentos naquele ano e outros 48,9 mil em 2018. No primeiro bimestre deste ano suas vendas totalizaram 7,2 mil unidades, o que o coloca como o quinto SUV mais vendido no Brasil, considerando todos os modelos que competem no segmento.

LEIA MAIS

Hyundai aumenta capacidade de Piracicaba

O proprietário do centésimo milésimo Creta é o arquiteto George Casé, de 39 anos, que optou pela versão Smart na cor Prata Sand, com motor 1.6 e câmbio automático. Ao ir à concessionária para retirar o veículo na tarde da segunda-feira, 25, foi surpreendido com uma festa surpresa, que teve a presença de representantedes da Hyundai e da diretoria da concessionária.

Anúncio

“A Hyundai tem como objetivo construir uma relação que vá além do veículo, baseada também em experiências, que começam ainda com o consumidor em casa, pesquisando sobre o carro na internet, passando pelo test-drive, até a compra, com o ápice na entrega, que é o momento em que a marca pode demonstrar seu compromisso de parceria e retribuir o carinho de cada cliente, afinal, são eles os reais protagonistas da nossa história”, comenta Jan Telecki, gerente geral de marketing da Hyundai Motor Brasil.

Com outras sete lojas distribuídas pelos estados de Amazonas, Bahia, Maranhão, Paraíba e Pernambuco, a concessionária HMB Pateo representa a marca Hyundai desde 2012, quando ela começou suas operações no País, e já comercializou quase seis mil SUVs Creta e representa a marca Hyundai desde 2012.

A produção do Creta envolveu aporte adicional de R$ 130 milhões no Brasil – o investimento inicial foi de R$ 700 milhões – e agora a fabricante promete aplicar mais R$ 125 milhões em melhorias dos processos e aquisição de equipamentos, incluindo robôs, para ampliar sua capacidade e ao menos acompanhar o crescimemento do mercado, estimado em pouco mais de 10% este ano.


Foto: Divulgação/Hyundai