Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

O motor tricilíndrico a gasolina PureTech venceu a categoria de 1 litro a 1.4 litro da 20ª edição do “International Engine of the Year Awards”. É a quarta vez consecutiva que o propulsor, que está presente na maioria dos veículos do  Groupe PSA em todo o mundo, é escolhido pelo júri especializado. No Brasil, a versão flex do PureTech 1.2 aspirada equipa os Citroën C3 e Peugeot 208 há dois anos.

O tetracampeonato do PureTech foi anunciado neste terça-feira, 5, em Sttutgart, Alemanha. A PSA enumera série de evoluções em desempenho, consumo e eficiência na nova geração do PureTech, lançada no ano passado, e que o auxiliaram em mais uma conquista:

•  Redução de 4% do consumo médio em relação à geração anterior;

• Melhores respostas com a otimização do turbo compressor (aumento do torque: 20% mais rápido a partir de 1.500 rpm);

• Redução de 75% das emissões de partículas com adoção de filtro de partículas de gasolina deterninado pela regulamentação europeia apenas para 2020;

• Estrutura mais compacta para adequação à plataforma CMP dedicada a automóveis compactos, sedãs de médio porte e a SUVs compactos.

O PureTech de três cilindros é produzido em duas fábricas na França e uma na China. Além de duplicar a capacidade de produção nas unidades francesas este ano, a PSA decidiu fabricá-lo em Tychy, na Polônia, e Szentgotthárd, na Hungria, a partir de 2019 e 2020, respectivamente.

Leia mais

→PSA e Nidec criam joint-venture para motores elétricos

→PSA anuncia nova geração de SUVs da Opel no Chile


Foto: Divulgação/PSA