Ambas com controles de tração e de estabilidade e assistente de partida em rampa

Por Redação

A linha Renault Duster ganha a opção do câmbio X-Tronic CVT, passando a contar agora com sete versões, das quais quatro com motor 1.6 e três com motorização 2.0. O Duster 1.6 Expression X-Tronic custa R$ 73,5 mil e o 1.6 Dynamique X-Tronic sai por R$ 79 mil.

As versões com o novo câmbio são equipadas com controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa. De acordo com a Renault, o Duster equipado com a transmissão X-Tronic CVT mantém o motor em rotação constante, o que beneficia os passageiros com um rodar mais suave e auxilia na redução do consumo de combustível.

A transmissão X-Tronic CVT oferece a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio, bastando ao motorista posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle nas situações em que julgar conveniente, como em ultrapassagens e arrancadas.

Anúncio

Com essa nova opção de transmissão, “o Duster passa a ser o SUV com a gama mais completa do segmento”, informa a montadora. Além das opções de motorização 1.6 e 2.0, tem a oferta dos câmbios manual, CVT e automático e de dois tipos de tração – 4×2 e 4×4.

O modelo tem ainda direção eletro-hidráulica, sistema ESM, de regeneração de energia, Eco-mode, que reduz o consumo de combustível em até 10%, porta-malas 475 litros, MediaNav com tela touchscreen de 7” com navegação GPS e rodas de liga leve aro 16”. A versão mais barata da linha é a Duster 1.6 Expression Manual, por R$ 68 mil, e a mais cara a Duster 2.0 Dynamique 4×4, por R$ 86,6 mil.


Foto: Divulgação/Renault