Por Redação

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realiza na manhã da quarta-feira, 16, às 6h, nova assembleia no pátio de entrada da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, SP.  A entidade informou que a montadora chamou os metalúrgicos para negociar nesta terça-feira, 15, e se houver alguma novidade será repassada aos trabalhadores na assembleia.

A Ford demitiu, por meio de telegrama, 364 funcionários de São Bernardo que estavam em regime de layoff. O comunicado foi emitido na quinta-feira, 10, e no dia seguinte foi aprovada em assembleia uma paralisação no setor de estamparia, que é o primeiro processo de manufatura da linha de montagem. A Ford, por sua vez, decidiu suspender por dois dias neste início de semana a produção nos setores de body shop, estamparia e pintura. A montadora informou na terça-feira, 15, que a intenção é retomar trabalho normal na fábrica de São Bernardo do Campo nesta quarta, 16, e confirmou que está em negociação com o sindicato.

Anúncio

Os trabalhadores que receberam os telegramas na semana passada foram orientados pelo sindicato a não assinar a rescisão do contrato de trabalho na sexta, 11, conforme a intenção da empresa. Na sexta-feira, 11, o coordenador geral da representação na Ford, José Quixabeira de Anchieta, o Paraíba, afirmou que a montadora “agiu de forma irresponsável ao romper as negociações com o Sindicato e anunciar as demissões”, visto que um acordo firmado no ano passado garante estabilidade no emprego até janeiro de 2018.

“Estávamos debatendo o futuro da fábrica e, de repente, vieram os telegramas e a fábrica rompe com as negociações. Os trabalhadores jamais irão aceitar demissões sumárias”, alertou. “Estamos abertos a dialogar, mas enquanto não houver uma solução, a luta vai continuar”.


Fotos: Divulgação/SMABC