Por Redação

Com foco no conceito de Indústria 4.0, no qual tudo funciona de forma conectada e integrada, a Zen investiu R$ 40 milhões nos últimos quatro anos e aplicará mais R$ 36 milhões até 2020. O novo aporte envolverá a compra de novos equipamentos e a interligação e comunicação de todas as suas tecnologias para aprimoramento dos processos de manufatura.

“Desde 2013, a Zen passa por uma verdadeira transformação para encarar essa nova realidade. Na primeira etapa, que foi até 2015, nos organizamos para reduzir as instabilidades do processo produtivo. Do ano passado até agora, estamos promovendo uma verdadeira mudança no lay out da fábrica”, disse na quinta-feira, 31, o o diretor industrial, Eduardo Bertolini.

Segundo ele, tudo irá funcionar de acordo com o fluxo de materiais e fabricação das peças. “Nosso plano diretor prevê que a reorganização da unidade esteja concluída até 2020”. Hoje, a empresa conta com dez robôs que podem trabalhar conectados, já preparados para serem integrados e se comunicarem. Também foram feitos investimentos em sistemas automáticos de montagem com dispositivos autônomos de identificação de falhas, que se comunicam com o cérebro da máquina, garantindo informações e estatísticas do processo.

Anúncio

Essas tecnologias foram implantadas nos processos de conformação, usinagem e retífica e nas linhas de montagem de impulsores de partida e polias para o mercado original. Nestes dois últimos setores, os equipamentos são capazes de identificar as dimensões da peça e checar se houve falta ou troca de componentes. Caso tenha ocorrido uma falha, esse item é segregado para que não chegue ao cliente.

“Todos os dados são armazenados num banco que nos permite rastrear todo o processo e agir preventivamente para evitar desvios de produção”, explica Bertolini. Segundo ele, a modernização da fábrica, aliada ao Sistema Lean, já está trazendo resultados positivos: a produtividade aumentou em 45% nos últimos quatro anos e o índice de satisfação do cliente, que era de 77% em 2013, saltou para os atuais 94%.

Dentre outros itens a Zen produz polias de alternador, tensores de correias, mancais de alternador e planetárias, além de componentes conformados a frio utilizados em sistemas de transmissão e freio ABS de automóveis e caminhões.


Foto: Divulgação/Zen