Por Redação

Elídio dos Santos, presidente da Fenauto

O segmento de veículos seminovos vem garantindo este ano o bom desempenho do mercado de veículos usados. As vendas de modelos com um a três anos de uso, incluindo automóveis, comerciais leves, pesados e motos, atingiu 4,4 milhões no acumulado até setembro, volume 21,8% superior ao do mesmo período de 2106, quando foram negociados 3,6 milhões de seminovos.

De acordo com dados divulgados na segunda-feira, 2, pelo presidente da Fenauto, Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, Ilídio dos Santos, o mercado total de usados atingiu 10,5 milhões de unidades nos primeiros nove meses do ano, 7,5% a mais do que no intervalo entre janeiro e setembro do ano passado.

Anúncio

O mercado de veículos com mais de três anos de uso, que já não são considerados seminovos, praticamente ficou estável no período, com vendas na faixa de 6,1 milhões de unidades tanto este ano como no passado. A alta do ano, portanto, deve-se basicamente aos bons negócios com seminovos.

Particularmente no mês de setembro, o mercado de usados registrou comportamento similar ao verificado no de novos. Houve retração em relação a agosto, de 13,2%, por conta do menor número de dias úteis – respectivamente 20 e 23 dias. Mas no comparativo com setembro de 2016 verifica-se alta de 4%.

O presidente da Fenauto destaca que a variação ocorrida entre agosto e setembro foi circunstancial. “O resultado importante é a evolução positiva neste ano”, disse Elídio dos Santos. “Os números mostram que o resultado de 2017 se mantém acima de 2016, o que nos deixa mais confiantes na recuperação gradativa das venda”.


Foto: Divulgação/Fenauto