Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

O chamado Serviço Conectado de Gerenciamento de Regiões de Segurança é o mais novo recurso introduzido pela Volvo nos primeiros ônibus biarticulados entregues para a renovação da coletivos de Curitiba (PR).

A tecnologia oferecida pela fabricante proporciona ao operador programar o limite de velocidade do ônibus de acordo com a área na qual o veículo está trafegando, por meio de monitoramento remoto e geolocalização.

Em Curitiba, a URBS, órgão da prefeitura que faz a gestão do transporte público da cidade, fez a programação determinando velocidades de 20km/h, dentro de terminais, 40km/h, na área central, e 60km/h nos eixos expressos. Ainda que o motorista pise no acelerador, a velocidade programada não será alterada.

“É uma tecnologia inédita na América Latina, que aumenta a segurança em áreas próximas a hospitais, escolas, dentro dos terminais e outros locais com alto fluxo de pedestres”, resume Gilberto Vardânega, diretor comercial de ônibus da Volvo no Brasil.

Anúncio

Leia mais

→B8R é novo ônibus urbano da Volvo

→Volvo projeta alta de 30% nas vendas de caminhões

Na renovação da frota de coletivo da capital Paranaense, a Volvo participará com 25 modelos biarticulados equipados com o inédito recurso. “Temos uma longa história de participação no BRT de Curitiba. Estamos muito orgulhosos em termos sido escolhidos novamente pelos operadores do sistema da cidade para esta renovação”, conclui Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America.


Fotos: Volvo Buses/Divulgação