Por Alzira Rodrigues | alzira@autoindustria.com.br

O mercado automobilístico segue com números positivos neste mês de abril. Balanço da primeira quinzena do mês indica total de 99.870 emplacamentos, uma média por dia útil – foram dez no período – de quase 10 mil unidades, a melhor do ano. Os dados do Renavam contemplam automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Já no início do mês o presidente da Anfavea, Antonio Megale, comemorava o novo patamar de 10 mil atingido nos primeiros três dias de abril, o melhor volume do ano. E assim o mercado se manteve, indicando crescimento de quase 20% em relação à primeira quinzena de março, quando a média diária ficou em torno de 8,4 mil unidades.

Leia mais

Produção de veículos em março: a maior em 41 meses.

Fontes do mercado preferem não arriscar, por enquanto, palpite de alta efetiva em relação a março. Mas pelo balanço preliminar dá para arriscar que não haverá queda este mês. Estima-se no mínimo algo próximo de 210 mil unidades, ante os 207,3 mil emplacamentos do mês passado.

Anúncio

As vendas diretas, segundo uma fonte do varejo, continuam em níveis elevados, em índice próximo de 37% – no acumulado do trimestre elas representaram 36,5% das vendas totais de automóveis e comerciais leves. O porcentual no mesmo período do ano passado estava em 34,7%.

A Fiat é que tem maior participação nas vendas diretas, respondendo por 19% dos negócios do gênero realizados no trimestre. Na sequência vêm Volkswagen, com 17,3%, e General Motors, 17,2%. Ford e Renault têm participações de, respectivamente, 10,6% e 8,6%, segundo dados divulgados pela Fenabrave.

Leia mais

→O vaivém dos modelos no mercado automotivo

Balanço específico do mês de março mostra que os automóveis com maior volume de vendas diretas atualmente são Chevrolet Onix, Ford Ka, Volkswagen Gol, Chevrolet Prisma, VW Voyage, Jeep Compass e Toyota Corolla.

Já no varejo – com exceção do Onix, que é líder nos dois rankings – o quadro registrado em março é bem diferente. O segundo modelo mais vendido foi o Hyundai HB-20, seguido do VW Polo e do Ford Ka. Honda HR-V foi o quinto colocado no varejo, ficando a sexta posição com o Renault Kwid e a sétima com o Fiat Argo.