Por Joel leite

Em apenas um mês, da segunda quinzena de março pra cá, houve uma leva de lançamentos de utilitários esportivos, a maioria com motor turbo de alto rendimento e baixo consumo, custando de R$ 125 mil a R$ 310 mil.

O Tiguan, com motor flex 1.4 de 150 cavalos com cinco ou sete lugares, é apenas o primeiro dos cinco utilitários esportivos que a Volkswagen vai lançar até 2020 no mercado brasileiro. Tem também uma opção 2.0 de 220 cavalos.

Anúncio

A BMW chegou logo com dois: o X2, importado da Alemanha, (de R$ 212 mil a R$ 247 mil) e o X3, feito na fábrica de Araquari, em Santa Catarina. Isso porque a marca já tem aqui o X1, o X4 e o X5,. Quer dizer, são cinco utilitários esportivos pra atender toda a gama do mercado.

Teve mais: a Volvo lançou o XC40, com motor 2.0 turbo e opções de 190 e 255 cavalos.

A Honda veio com o novo CR-V, também um turbo 1.5 de 190 cavalos,  e a Peugeot,  com o 5008, outro 1.6 turbo de 165 cavalos de potência.

É um segmento em que há grande procura, atinge um consumidor com alto poder aquisitivo e, de quebra, tem facilidade de financiamento, porque o cliente tem lastro, tem patrimônio que garante o pagamento do empréstimo.

* Joel Leite é jornalista, palestrante e criador da Agência AutoInforme, agência especializada no setor automotivo