Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

O BMW I3 está de volta ao mercado brasileiro.  Após um hiato de cerca de um ano sem importações, o modelo, uma mescla de monovolume com hatch, começa a ser  vendido na rede de concessionárias da marca alemã em três versões de acabamento com preços de R$ 199.950,00 (REX), R$ 211.950,00 (REX Connected) e R$ 239.950,00(REX Full).

O I3 , portanto, assume novamente a condição de único carro totalmente elétrico vendido no Brasil. Além de uns R$ 30 mil  a mais do que a antiga versão importada até meados de 2017, o elétrico ganhou poucas modificações. No estilo, as alterações  são para lá de discretas.

A BMW, porém, argumenta que o carro passou por outras várias melhorias: a mais relevante delas, e talvez o principal motivador de compra do modelo, é autonomia. Com uma única carga, mais a utilização do extensor de autonomia, na verdade um pequeno motor a gasolina de 647 cm³, o I3 pode rodar, a depender do pé do motorista, até 330 quilômetros.

 

 

A motorização elétrica segue a mesma e desenvolve 170 cavalos. Mas para quem já dirigiu o BMW sabe que o que mais impressiona é a disponibilidade imediata do torque de 25,4 kgfm quando se pisa no acelerador.  O conjunto motriz inclui a unidade elétrica, transmissão automática continuamente variável, tração traseira e baterias de de íons de lítio, com maior capacidade de armazenamento de energia – 94 Ah/33 kWh.

Os motores elétrico e à combustão interna ficam posicionados sobre o eixo traseiro, acompanhados do sistema de transmissão. Já as baterias de íons de lítio estão acomodadas embaixo do assoalho, entre os eixos do veículo.  O modelo acelera de zero a 100 km/h em 8,2 segundos e atinge a velocidade máxima de 150 km/h.

O novo I3, de qualquer forma, agrega mais alguns equipamentos do que o anterior, como assistência de estacionamento, com câmera de ré e sensores de distância dianteiros e traseiros e uma nova central multimidia. A versão mais cara conta alertas de situações de tráfego cruzado, riscos de colisão traseira e mudanças involuntária de faixa de rolamento, teto solar elétrico, controle e prevenção de aproximação forntal, além de sistema mais sofisticado de som.

Anúncio

Aceleração de zero a 100 km/h em 8,2 s e autonomia de 330 km

 

O I3 foi lançado mundialmente em 2013. Chegou aqui logo no ano seguinte, onde, em pouco menos de três anos, vendeu cerca de 200 unidades. É vendido  sob encomenda em concessionárias exclusivas BMW  em oito estados e no Distrito Federal. “Acreditamos que esta nova versão, atualizada, tem todos os atributos para cativar consumidores brasileiros ávidos por tecnologia e sustentabilidade”, diz Nina Dragone, diretora de marketing e produtos da BMW do Brasil.

 

A exemplo de outros modelos da marca, o I3  conta com o sistema ConnectedDrive, acessível por meio de um SIM Card, que permite conexão à internet. Por meio dele, o usuário tem acesso a informações de trânsito em tempo real e notícias personalizadas, pode enviar ou receber emails, ser alertado da necessidade de manutenção ou, com o  recurso Concierge, solicitar reservas em hotéis ou restaurantes.

O sistema também indica pontos de recarga disponíveis em shoppings, postos, supermercados, restaurantes e hotéis. Ainda é possível visualizar no mapa a autonomia do veículo, que considera o histórico de consumo, a informação de trânsito e a topografia do terreno para definir se haverá necessidade de recarga durante o percurso.

Leia mais

→Elétrico BMW I3 combina desempenho, design e economia

→BMW confirma mais uma versão do X3 em Araquari

Há três anos a BMW vem  firmando parcerias com  empresas para a instalação de pontos de carregamento  em postos de combustíveis, supermercados e shopping centers nas principais capitais do Brasil. Ao todo, já são cerca de 80 pontos públicos de recarga em todo o País.

Mais recentemente, a montadora firmou parceria com a empresa de energia EDP Brasil para a construção do primeiro corredor com postos de carregamento para veículos elétricos e híbridos que interligará as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.


 

Fotos: Divulgação/BMW