Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

Se for verdade mesmo que, como diz o antigo slogan publicitário, imagem é tudo, a Fiat pode comemorar. A empresa liderou a 5º edição do ranking Mais Valor Produzido – Automobilístico, estudo da consultoria Dom Strategy Partners, que procura determinar qual montadora mais gera e entrega valor tangível e intangível aos seus diversos públicos.

A pesquisa da consultoria brasileira considera aspectos como eficácia da estratégia corporativa, crescimento, valor de marca, relacionamento com clientes, governança, sustentabilidade, gestão de talentos, inovação, uso de tecnologias digitais, além de outros dezenas de critérios.

Ao longo de dez meses consultores da Dom ouviram e cruzaram a opinião de consumidores, acionistas, funcionários e fornecedores, que concederam notas de 0 a 10 às suas respectivas montadoras aqui intaladas.

A Fiat foi a mais bem avaliada por seus agentes internos e externos com nota 7,61. Muito próximas, nas segunda e terceira posições, respectivamente,  aparecem a General Motors, que obteve 7,56 na avaliação, e Volkswagen (7,49).  Hyundai, com 7,26, e  Ford (7,21) completam o pódio das cinco primeiras.

“O ranking é uma régua que mensura como a empresa se posiciona dentro e fora do seu mercado de atuação”, afirma Daniel Domeneghetti, coordenador do ranking  e CEO da consultoria.

Anúncio

Segundo a Dom, o ponto de partida para o levantamento foi a análise das 1 mil maiores empresas, segundo anuários publicados, além de pesquisas, relatórios setoriais e matérias jornalísticas que são produzidos pelas principais associações, editoras, institutos de pesquisa e organizações do mercado de automóveis.

LEIA MAIS

→FCA tem quatro dos dez veículos mais vendidos em junho

→Indústria automotiva mundial enfrentará tempestade perfeita na próxima década

As mesmas marcas que aparecem na ponta da pesquisa MVP  lideraram também as vendas no mercado interno de automóveis e comerciais leves no primeiro semestre, mas com a GM (16,9%) na ponta, seguida por Volkswagen (14,8%), Fiat (13%), Ford (9,5%) e Hyundai (8,6%), nessa ordem.

Elas estiveram nas cinco primeiras posições também em 2017, ainda que com duas mudanças.  A liderança ficou novamente com a GM, que deteve 18,1% das vendas internas, mas então com a Fiat (13,4%) em segundo, depois Volkswagen (12,5%), Ford (9,5%) e Hyundai (9,3%).