Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

As exportações de autopeças brasileiras para a Alemanha equivalem a apenas 1/3 do que a indústria alemã manda para cá. Enquanto vieram para o Brasil total de US$ 833,6 milhões em autopeças no primeiro semestre deste ano, valor 34,9% superior ao do mesmo período do ano passado, o País exportou para lá US$ 269 milhões, uma alta de 22,3% no mesmo comparativo.

Justamente para tentar incrementar os negócios com o país europeu, o Sindipeças levará 38 fabricantes brasileiros de autopeças para a Automechanika Frankfurt, a mais importante feira do mercado de reposição automotiva que acontece de 11 a 15 de setembro. A ação faz parte do projeto Brasil Auto Parts, parceria do Sindipeças com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoções de Exportações e Investimentos.

A feira ocorre a cada dois anos, alternando com o IAA, e celebrará seu 25º aniversário em 2018. As empresas que estarão no estande do Sindipeças são ABR, AESA, Agrostahl, Ampri, Autimpex, Click Automotiva, DS, Durametal, Duroline, Farj, Fremax, Guilherme Busch, Grupo Vannucci, Hipper Freios, Iguaçu, Indisa, Italspeed, Marília, Maringá, Master Power, Monte Cristo, Riosulense, MIC, Mobensani, ORI, Progeral, Reserplastic, RIC Componentes, Sampel, SBU, Schadek, Shana, Suporte Rei, Tecfil, Tecnomotor, Thor, Urba & Brosol e Zinni & Güell.

Anúncio

O estande coletivo que abrigará todas essas empresas tem 371 m². Outros cinco fabricantes brasileiros participantes do Brasil Auto Parts estarão entre os expositores em estandes próprios: Autolinea, Cipec, Fras-le, Zen e ZM. Na última edição,  a Automechanika Frankfurt recebeu mais de 133 mil visitantes profissionais de 170 países, que conheceram as novidades de 4.843 expositores.

A indústria brasileira tem conseguido ampliar suas exportações a partir de ações individuais e coletivas como essa que agora está sendo promovida pelo Sindipeças, mas os embarques para o exterior crescem em ritmo mais lento do que o das importações de autopeças para cá.

LEIA MAIS

Déficit das autopeças cresce 21,7% no ano

Autopeças faturam 26,2% a mais no ano

No ranking dos importadores, a China lidera com total de US$ 855 milhões em autopeças enviadas para o Brasil. A Alemanha é a segunda colocada, com participação de 11,7%, índice já bem próximo ao da China, que está em 12,5% no acumulado do ano.


Foto: Divulgação/Sindipeças