Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

A Cervejaria Ambev inicia processo de eletrificação de sua frota de caminhões ao anunciar parceria com a Volkswagen. Até 2023, a montadora fornecerá 1,6 mil modelos movidos a energia limpa. O primeiro caminhão a ser utilizado pela companhia de bebidas é o e-Delivery, apresentado no ano passado inicialmente na Alemanha e, em seguida, na Fenatran. O veículo, aliás, entraria em teste no transporte de bebida com a Ambev neste ano.

Com as entregas, 35% da frota da cervejaria serão de veículos livres de combustível fóssil, o que fará com que a empresa deixe de emitir 30,4 mil toneladas de carbono ao longo de sua cadeia logística por ano. Para a montadora, a negociação representa a maior realizada no ano para o segmento de carga e, de acordo com a Volkswagen, histórica por que também é a maior já registrada no mundo envolvendo veículos limpos.

LEIA MAIS

→e-Delivery, o elétrico Made in Brazil

A negociação não só inaugura para ambas as empresas a primeira fase de testes em operações reais, mas adianta que o modelo e-Delivery também será recarregado com a compra de energias limpas, seja eólica e solar.

“O nosso sonho é unir as pessoas por um mundo melhor. Por isso, estamos sempre buscando parceiros engajados nas mesmas causas, como a Volkswagen Caminhões e Ônibus, para prover novas tecnologias e processos que tenham um impacto positivo no meio ambiente”, diz em nota Guilherme Gaia, diretor de logística e suprimentos da Ambev. “Temos certeza que esse projeto contribuirá muito para a construção do legado sustentável que queremos deixar para as próximas gerações.”

Anúncio

O e-Delivey é o primeiro caminhão leve 100% elétrico cujo o desenvolvimento foi liderado pelo time brasileiro de engenheiros, o que faz dele pioneiro na América Latina. O projeto foi pensado para atender às aplicações urbana de carga e contou a parceira da Eletra, empresa nacional de São Bernardo do Campo (SP), especializada em veículos elétricos. O caminhão traz motor elétrico da WEG com 80 kW, equivalente a 109 cv, com torque de 50,3 kgfm, disponíveis a partir da saída, associado a uma caixa de transmissão automática da Allison.

O motor é alimentado por baterias de íon-lítio que permitem recargas rápidas de até 30% da capacidade em 15 minutos, ao longo da rota do veículo, ou recargas longas de 100%, em três horas. A autonomia, a depender da aplicação e da configuração do caminhão, é de até 200 km.

“Nosso centro mundial de desenvolvimento da Volkswagen Caminhões e Ônibus, localizado no Brasil, investigou e aplicou as melhores soluções mundiais e locais disponíveis para atender às necessidades de nossos clientes em veículos de baixas emissões em países emergentes”, conta Roberto Cortes, presidente e CEO da fabricante. “Graças à nossa parceria com a Cervejaria Ambev, que já dura mais de vinte anos, fomos os primeiros a desenvolver veículos vocacionais para distribuição de bebidas. E agora, mais uma vez, saímos juntos na frente, ingressando na era elétrica.”

A sustentabilidade socioambiental é um pilar central do negócio da Ambev. Nos últimos cinco anos, a companhia destinou mais de R$ 1 bilhão para projetos voltados a esse fim em sua operação.


Foto: VWCO/Divulgação