A fábrica de motores da Volkswagen do Brasil em São Carlos (SP) superou a marca de 100 mil motores 1.4l TSI fabricados para exportação. A unidade já produziu, no total, 11 milhões de motores desde que foi inaugurada, há 22 anos. O 1.4 TSI segue para o México, onde equipa o Jetta, modelo recém-lançado aqui e comercializado também no mercado norte-americano.

O acordo de fornecimento para a fábrica de Puebla estipula o embarque de 300 mil unidades até 2020 e demandou a contratação de 250 funcionários em São Carlos ao longo deste ano.

A planta paulista, após investimentos em atualizações tecnológicas e de processos, também ganhou status de importante fornecedora de componentes para o grupo. Dela saem também, desde 2015, os blocos dos motores 1.0 da família EA211 para Polo e up! produzidos em Chemnitz, na Alemanha.

Mais recentemente foi eleita a fornecedora de virabrequins para o 1.0TSI montado na mesma fábrica alemã. A unidade brasileira entregará 5 mil peças. “São Carlos tem cada vez mais se transformado em uma base produtiva não só para a América do Sul, como também a América do Norte e Europa”, comemora  Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

Anúncio

A fábrica paulista produz ainda motores da família EA211 nas versões 1.0l MPI, 1.0l TSI, 1.4l TSI e 1.6l MSI –  para Novo Polo, Virtus, up!, cross up!, Golf, Gol, Voyage, Saveiro Cros – e o EA111 1.6l, presente no Gol, Fox, Voyage, SpaceFox e Saveiro.

LEIA MAIS

→Jetta ganha traços mais esportivos na linha 2019

→VW exporta componentes de motor para a Alemanha


Foto: Divulgação/ VW