Com base no balanço do primeiro trimestre, a Fenabrave reviu para cima a meta de crescimento do mercado de motocicletas para 2019. Ante projeção inicial de alta de 7,3%a, a entidade aposta agora que as vendas atingirão 1.026.850 unidades, o que representará expansão de 9,2% sobre as 940.362 emplacadas ao longo de 2018.

Foram comercializadas em março total de 83,8 mil unidades, com evolução de 5,6% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Com relação a fevereiro, houve pequena desaceleração 0,42%, o que é atribuído ao menor número de dias úteis do mês passado por causa do feriado de carnaval. No trimestre já são 258,7 mil emplacamentos, crescimento de 17,9% sobre os 219,4 mil do mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS

Mercado de motos tem o melhor desempenho desde 2015

Anúncio

Participação do consórcio nas vendas de motos cai de 32% para 27%

Um dos fatores que tem contribuído para a expansão dos negócios no setor é a baixa da inadimplência e a maior oferta de crédito para os interessados em adquirir uma motocicleta. De acordo com o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr., de cada dez propostas de financiamento feitas hoje no segmento, 4,8 são aprovadas. Essa proporção em outubro, segundo Carlos Porto, diretor da Fenabrave responsável pelo segmento de duas rodas, era de três para dez.


Foto: Divulgação/BMW