Os semipesados Constellation 17.260 e 24.260 surgiram no portfólio da Volkswagen Caminhões e Ônibus para atender segmentos específicos, como o da construção e o de limpeza urbana. Integram a gama de vocacionais, com configurações técnicas próprias para as aplicações, como tomada de força de fábrica ou mesmo escapamento na vertical. A fabricante agora concedeu flexibilidade aos modelos para atuarem nas mais variadas operações.

Apesar de agora prontos para novas atribuições no transporte de carga, em transferências de curtas e médias distâncias, os veículos preservam o pacote Robust, cesta de itens que os embala para tarefas pesadas, casos do para-choque metálico mais curto e maior ângulo de ataque. Os modelos também estão disponíveis somente com cabine estendida.

O trem de força combina o motor MAN de 256 cv a 2.300 rpm e torque máximo de 900 Nm (91,8 kgfm) de 1.100 a 1.800 rpm com uma transmissão Eaton de 6 marchas. Por ter tecnologia EGR, de recirculação de gases, o motor dispensa o uso do Arla 32 para atender aos níveis de emissão equivalentes ao Euro 5. “Essa combinação é um dos diferenciais que preparamos para simplificar a logística operacional desses veículos”, justifica Andria Giusti, engenheira de marketing de produto da VWCO.

Anúncio

LEIA MAIS

→VWCO amplia oferta de caminhões médios com versão 4×4

→VW amplia linha Constellation 24.260

A marca posiciona as novas opções como de entrada para aplicações como baú, carga seca, frigorífico e sider, dentre outras possibilidades. “Os veículos chegam para expandir nossa oferta de semipesados para quem quer um custo de investimento reduzido”, observa Andria Giusti.

As novidades permitem à VWCO incrementar seu bom desempenho na faixa de semipesados. Além de ser da marca o líder na categoria, o Constellation 24.280, a fabricante é a que mais vende no segmento. De acordo com os dados da Anfavea, associação que representa as fabricantes de veículos, no primeiro quadrimestre do ano, a montadora acumula 2,4 mil unidades negociadas, volume que representou alta de 26,7% sobre o mesmo período de 2018, e participação de 38% nas vendas.


Foto: VWCO/Divulgação