A um mês para acabar o ano, o ranking de vendas de caminhões já tem como certo os campeões em suas respectivas categorias. Apesar da ampla oferta disponível e veículos semelhantes em capacidade de transporte e tecnologia embarcada, o mercado definiu líderes isolados, alguns muito à frente seus pares.

Segundo os dados da Fenabrave, o semileve Mercedes-Benz Sprinter 415, por exemplo, chega ao fim de novembro com vendas acumuladas de 2,2 mil unidades, volume que representou 43,9% dos emplacamentos na categoria, de 5,1 mil veículos. O Volkswagen Delivery 6.160, o segundo mais vendido, encerrou o período do 19,9% de participação, com pouco mais de 1 mil unidades negociadas.

LEIA MAIS

→Mercado de caminhões: desconectado da capa do jornal.

→Venda de caminhões deve superar 102 mil unidades este ano

No subsegmento de leves, a diferença não se apresenta tão ampliada, mas ainda assim confortável. Até novembro, o mercado da categoria acumulou 10,2 mil licenciamentos, dos quais 3 mil foram do VW Delivery 9.170, fatia de 29,8% das vendas. Com 5 pontos porcentuais a menos, 24,3%, ficou o Mercedes-Benz Accelo 1016 por anotar quase 2,5 mil unidades entregues.

Anúncio

Dentre os médios, o desempenho do VW Delivery 11.180 esbanja preferência. O modelo encerrou o período até novembro com 4,2 mil emplacadas ou 55,2% das vendas da categoria, de 7,6 mil unidades. O Ford Cargo 1119, na vice-liderança, teve 11,2% com apenas 862 licenciamentos. A Ford, no entanto, participa somente com o que tem no estoque, após encerrar produção de caminhões no fim de outubro

Na categoria de semipesados, outro VW faz festa com a liderança folgada. Até novembro, o Constellation 24.280 registrou 3,4 mil emplacamentos, desempenho que garantiu 14,9% de participação em mercado de 22,9 mil unidades. O vice-líder Mercedes-Benz Accelo 1719 somou pouco mais de 2 mil unidades ou 9,1% das vendas, quase 6 pontos porcentuais atrás do ponteiro.

Na mais acirrada categoria, a de pesados, com participação de 50,8% nas vendas totais de caminhões, de 93,4 mil unidades, o Volvo FH 540 deverá terminar o ano como o campeão de vendas de todo o mercado.

Único no período a ultrapassar a marca de 6 mil unidades vendidas, o modelo chegou ao fim de novembro com 13,41% de participação. O Scania R450, o segundo colocado dentre os pesados, fechou com 10,8% pelos 5,1 mil caminhões licenciados. Cabe lembrar que o veículo da Scania, de nova geração, só começou a ser entregue a partir de fevereiro.


Foto: Scania/Divulgação