Após quase três meses com as portas fechadas, as lojas de autopeças voltarão a abrir ainda esta semana na capital paulista. O presidente do Sincopeças-SP e vice-presidente da FecomercioSP, Francisco De La Tôrre, assinou com a Prefeitura de São Paulo nesta quarta-feira, 10, decreto que autoriza a reabertura do comércio de rua na cidade.

De acordo com o Sincopeças, as lojas de autopeças poderão abrir assim que o decreto for publicado no Diário Oficial do município, o que deve ocorrer ainda nesta quarta-feira. A reabertura do comércio em geral na capital paulista vai seguir os critérios da fase 2 (laranja) do Plano de Retomada das Atividades Econômicas do Governo do Estado. Serão 4 horas de funcionamento por dia e capacidade máxima de 20%.

LEIA MAIS

Lojas de autopeças pleiteiam reabertura em São Paulo

Exportação de autopeças recua 20 anos

Anúncio

O Sincopeças-SP, como signatário, em conjunto com a Fecomércio, entregou à prefeitura proposta de protocolo sanitário com base em recomendações da OMS, Organização Mundial da Saúde, que visa garantir a segurança e a saúde dos clientes e funcionários na reabertura das lojas em tempos da pandemia da Covid-19.

Nele constam regras de distanciamento social, sanitização de ambientes, testagem de colaboradores, horários alternativos de funcionamento, sistema de agendamento para receber clientes e alternativas às mães que trabalham e não vão ter onde deixar seus filhos já que escolas e creches vão permanecer fechadas.

Serão instaladas barreiras de proteção em balcões de atendimento, credenciamento, pontos de informação, recepções e similares ou, no caso de impossibilidade da adoção dessa medida, será obrigatório o uso de viseira face shield pelo funcionário.


Foto: Divulgação/Randon