A Iveco completa 20 anos desde que iniciou atividades no complexo industrial de Sete Lagoas (MG), maior unidade das operações da marca da CNH Industrial na América Latina, onde desenvolve e produz comerciais leves, caminhões, chassis para ônibus e veículos de defesa.

O complexo foi resultado de investimento de R$ 570 milhões. Iniciou produção da linha de veículos leves e, gradualmente, foi incorporando caminhões médios e pesados, além de chassi. Desde 2013 também é responsável pela produção do blindado Guarani.

Atualmente, saem da fábrica os modelos das gamas Daily, Tector, Hi-Road e Hi-Way, bem como os chassis 10-190 e 17S28. Ao longo das duas décadas, a marca conta por volta de 400 mil caminhões produzidos na unidade mineira.

A fabricante destaca que a fábrica por planejada para operar conforme os conceitos do chamado World Class Manufacturing (WCM), sistema estruturado em pilares com base na melhoria contínua. “Foi projetado para eliminar os desperdícios e as perdas no processo de produção por meio da identificação de objetivos e metas, como zero acidentes, zero defeitos, zero avarias e zero desperdício”, resume Izidro Penatti, diretor do complexo industrial da Iveco.

O complexo mineiro ainda abriga o Centro de Desenvolvimento de Produto, o primeiro do gênero construído fora da Europa. O local reúne mais de 150 profissionais, dentre engenheiros, projetistas e técnicos dedicados no aprimoramento e concepção de novos produtos.

Anúncio

O Campo de Provas, inaugurado em 2015, completa as capacidades da marca no complexo industrial. Instalado em área de 300 mil m² com pistas, rampas e tanque para o desenvolvimento e testes de veículos.

“Já temos uma base sólida no Brasil, que foi responsável por um crescimento sustentável da marca. Agora, olhamos para frente projetando um futuro de investimentos e muitas novidades que serão produzidas na fábrica da Iveco e, em breve, estarão à disposição dos clientes que atuam no segmento do transporte”, finaliza Márcio Querichelli, líder da marca na América do Sul.

LEIA MAIS

→Iveco inaugura mais cinco pontos de atendimento

→Iveco passa imune à crise


Foto: Iveco/Divulgação