A Iveco se mostra como uma das exceções no mercado de caminhões ao registrar desempenho positivo nas vendas. Se no acumulado dos oito primeiros meses do ano, as entregas do segmento recuaram 14,9%, para 55,4 mil unidades, as da Iveco cresceram 25,7%, para 2,9 mil caminhões negociados, conforme os dados de licenciamentos da Anfavea.

DAF e Iveco são as únicas montadoras a registrar alta nas vendas até agosto. Mas diferentemente da fabricante do Paraná, que atua somente na categoria de pesados, a marca da CNH Industrial participa em todas as faixas do mercado de caminhões, de 3,5 toneladas a 74 toneladas.

Novos produtos e expansão de rede são as duas frentes estratégicas colocadas em marcha pela Iveco que respondem pelo bom resultado apresentado até o momento. Desde o fim de 2018, a montadora tem reforçado o portfólio que resolveram deficiências na oferta.

Dos mais recentes lançamentos, o Daily City trouxe argumentos mais fortes de desenvolvimento para a distribuição urbana. O novo Tector colocou de volta a marca na disputa dos caminhões médios. O Hi-Road ampliou o leque de pesados como opção abaixo da linha Hi-Way e, na Fenatran 2019, o novo Daily atualizou a família com o que é oferecido na Europa.

A renovação trouxe resultados importantes. Enquanto nos oito primeiros meses do ano passado, a Iveco amargava uma queda de 48,2% nas vendas de caminhões semileves, categoria na qual os Daily participam, no exercício deste ano os emplacamentos da empresa no segmento cresceram 13%.

Com o fim da produção do Vertis, em 2017, a Iveco ficou descoberta na faixa de caminhões médios. O retorno só ocorreu em junho do ano passado com o lançamento dos novos integrantes da família Tector. Os números já mostram como fazia falta para a empresa um representante na categoria. Os emplacamentos da marca no segmento crescem continuamente, alcançando 257 unidades até agosto, o que representou quase 5% dos 5,2 mil caminhões médios vendidos.

Anúncio

No balanço geral, o reforço em produtos também rendeu aumento de participação no mercado. No acumulado até agosto do ano passado, os 2,3 mil caminhões Iveco vendidos representavam 3,56% do total de emplacamento de 65,1 mil unidades. Agora, a fabricante de Sete Lagoas (MG) chega ao fim dos oito primeiros meses com 5,3%.

A Iveco destaca vendas recentes que ratificam o acerto na renovação da oferta feita nos últimos dois anos, como os novos Daily adquiridos pela Resgate São Francisco, os Tector que seguiram para JVM para serviço público de iluminação e para o atacadista Fermontes, e os pesados Hi-Road e Hi-Way, que reforçaram frotas da Estrela do Oriente, BRLog, MPV Terra Fértil, Cia Verde e Faccin.

A fabricante também contabiliza a entrega de 849 veículos para governos municipais, estaduais e federal somente neste ano. “Todas essas vendas marcam mais um importante momento para a Iveco, que aumenta os esforços para continuar ampliando a participação de mercado em todos os segmentos”, ressalta em nota o diretor comercial Ricardo Barion.

O crescimento das vendas da Iveco caminha junto com a expansão da rede de atendimento. Por enquanto, a marca possui 73 pontos, nove deles abertos entre março e agosto deste ano.

LEIA MAIS

Iveco promove mudanças na estrutura da equipe

Iveco incorpora novos grupos empresariais à rede

Iveco apresenta nova linha Daily

Iveco amplia linha Tector com caminhões para 9 e 11 toneladas


Foto: Iveco/Divulgação